A importância da Agência de Missões

Postado em
2

por Priscila Joslaine de Souza Ferreira 

Desde sempre, em minha caminhada cristã, me sinto atraída por assuntos relacionados à missões. Quando cheguei no Verbo da Vida, este chamado começou a ficar mais latente e visível, acabei entrando na liderança da Secretaria de Missões e desde então sempre estou trabalhando nesta área. Porém, mesmo nesse início de caminhada dentro do chamado, eu sentia que não conseguia ver missões como de fato é. Nosso trabalho na secretaria era  muito interno e tínhamos pouca  prática fora das quatro paredes, era um trabalho de muito bastidor mesmo, e eu sentia muito a necessidade de ação e resultado, para mim aquilo não era missões em sua totalidade. Porém meu conhecimento na área só podia me levar até aquele ponto. 

Com o tempo, acabei me mudando para Maceió (AL) e, novamente, entrei na liderança da Secretaria de Missões. E, justamente nesse início, a Agência de Missões entrou em contato comigo e falou sobre um treinamento que estavam realizando com todas as secretarias, então, foi nesse treinamento que tudo aconteceu.

Os meus olhos começaram a se abrir, eu comecei a enxergar missões como realmente deveria ser, vi que era um chamado da igreja inteira e não somente para alguns. Mas na prática como isso realmente deveria funcionar? Porque a partir daí, eu vi que aquela visão de que eu não sou missionário indo, mas sou contribuindo e orando era muito arcaica, era apenas um compromisso que tínhamos que ter com um missionário transcultural, mas e o meu compromisso como missionário na igreja local? 

Nesse momento, vi o desafio também das pessoas compreenderem que todos nós somos missionários e de como eu poderia passar isso pra elas. Foi quando, um dia, o Senhor me deu a seguinte frase: “Missões começa em casa”. Entendi que isso era o título de um livro com o intuito de passar a mensagem simplificada e verdadeira de missões. Um dia, vendo o caderno já cheio de tópicos pensei: “Porque não um canal também e assim alcançar de forma mais rápida as pessoas, passando missões para elas de forma simples?”, propagando assim a visão de que todos nós estamos inseridos em um campo missionário e facilitar para os cristãos a compreensão de onde cada um se encaixa, nesse contexto, e como operar dentro da sua esfera de atuação.

Assim nasceu o canal “Missões em foco”, que já existe, vai crescer e se expandir. Não porque sou eu, mas porque é a vontade de Deus que a visão de missões que Ele tem para sua igreja cresça.

Missões é o sentido de a igreja existir, é para todos e todos nós devemos ter o compromisso de viver esse chamado em nossas vidas.

Mas por que estou falando tudo isso? Porque quando vemos projetos e planos divinos tomando forma, crescendo e avançando é interessante pararmos um pouco para pensar como tudo isso começou, onde foi o “bum” que desencadeou tudo que estamos vivendo naquele período e, é nesse momento que entro com a Agência de Missões.

Talvez as pessoas achem que isso é bobagem, mas na verdade para mim mostra o poder que essa parte do corpo tem em instruir, valorizar, estimular e influenciar. O que acaba levando a um efeito em cadeia e a uma crescente que alcançará mais e mais pessoas ao redor do mundo.

Será que todos que fazem parte desse ministério têm a consciência ou já parou para pensar sequer nesta questão? Qual a real importância da Agência de Missões em nossas vidas?

Somos um Ministério Missionário, instituídos por um casal missionário transcultural e, a partir dessa premissa, podemos começar a entender o quanto ela é importante para nós. A Agência de Missões não é apenas um departamento dentro do Ministério Verbo da Vida, ela, na verdade, traz ar para os pulmões e faz tudo ter sentindo. Tire missões de uma igreja e não veremos por qual motivo ela deve existir.

A Agência de Missões contribuiu grandemente na minha vida, uma líder de Secretaria de Missões de uma igreja local, que viu os olhos se abrirem de uma forma totalmente diferente, após um treinamento. E isso mostra que seu papel e poder influenciador vai além de apenas agenciar missionários transculturais prontos para irem ao campo, nos revelando como o trabalho dessa equipe amplia nossa visão em relação a missões e como isso é precioso, portanto não deve ser ignorado, mas valorizado.

Há um poder e uma unção nessas pessoas, meu conselho é para que entrem em contato, façam perguntas, valorizem e se envolvam. Sua próxima estação pode estar à distância de uma simples reunião com esse pessoal.

 

Priscila Joslaine de Souza Ferreira 
Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema
Líder da Secretaria de Missões na Igreja Verbo da Vida Praia em Maceió – AL

 

 

 

 

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá meu nome e Leila Garcia eu sou Equatoriana e faz 15anos que vivo no Brasil e congregou no Verbo da vida Taubaté….. Eu tenho o chamado de missões para ir para fora eu acho muito interessante como o verbo da vida trabalha em cima de missões .. Quando escuto missões queima no meu coração ..muito obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA