Por que ter filhos?

Postado em
4
por Camila Andriolli Brezzan 
 
Por que ter filhos? Porque sim! 
 
 
“Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem cuja aljava está cheia deles!” (Salmos 127.3-5).
 
A maternidade não é algo fácil, de jeito nenhum, todo dia penso que eu poderia ser melhor do que sou. Todo dia tem “check list” mental do que devo fazer para ver se há uma necessidade, física, espiritual, intelectual, emocional básica que tentamos suprir e sempre concluo que dava para ser melhor.
 

Tem o dia de lavar o tênis da escola, a hora da lição, não esquecer de comer a frutinha… Ah!, “Chega de televisão galera” (risos). Tem dia que não quero ser mãe legal, que estou cansada, que nem queria cuidar de ninguém (me julguem). Mas a alegria logo brota quando os pezinhos deles estão em um bom caminho, quando os vejo frutificando de alguma forma, sendo felizes, criativos, gostando de comer algo saudável, sendo sensíveis com algum amigo, quando eles oram e falam de Jesus… E me dou conta que não sou robô e eles também não, que eles estão crescendo, mas eu também estou e que meu amigo Espirito Santo está dentro de mim me ajudando e deixando tudo levinho!

 
Eu sou do tipo que vou incentivá-la a ter filhos, principalmente se você tem a Bíblia como base de crença, mas se não é fácil e se tem dia que a frustra, por que o incentivo? 
 
Eu lhe conto um segredo de antemão, para não parecer que estou romantizando a maternidade. Cada um desenvolve os sentimentos pelos seus filhos de forma diferente, tem quem ame, visceralmente, quando sabe que está gravida, tem quem, ao ver o bebê, já sente isso, tem outros que desenvolvem a entrega e paixão no decorrer do tempo e está tudo bem, o amor real não é um sentimento imediato, é decisão diária, mesmo quando a paixão por eles vem cedo, ela vai cedendo a um amor mais maduro e com o tempo ensina a dosar e entender que nem seus eles são (risos).
 

Ah, tem filho que a irrita mais que o outro, em áreas diferentes, tem aquele que tem sua qualidade ou o seu defeito e o outro que vem com um dom ou talento que você pensa ‘Meu Deus só podia ser Deus!’

 
Mas, por que incentivo?
 
Primeiro:  Porque tudo que Deus faz é bom! Ele criou a família e a multiplicação, no projeto original entre a bênção sobre a humanidade e o domínio sobre a terra estava a multiplicação! A multiplicação faz parte da bênção, e da forma de domínio.
 
Não é à toa que povos já foram exterminados em algumas de suas gerações, porque quanto mais pessoas daquela cultura, maior é a influência dela sobre a sociedade.
 
Segundo: Porque na vida a maior parte das coisas que trazem felicidade e plenitude são resultados de processos, esforço, constância, dia de frustações e dias de gloria. Porque com filhos seria diferente? O medo da frustração de quem um filho pode ser ou do que podem fazer a ele, pode nos remeter ou a um orgulho de querer determinar destinos ou na falta de confiança no cuidado do Deus. “O perfeito amor lança fora todo medo” (1 João 4.18).
 
Terceiro: Porque não tem pessoa que influencie mais do que um pai ou uma mãe, então apesar de ter a chance de impactar multidões com sua vocação, profissão, propósito ou o que for na multiplicação e discipulado de um Filho o levando à salvação eterna e semelhança de Cristo em conduta e arrebatador.
 
Eu não sou contra tentarmos resolver problemas da nossa alma e curar feridas que um dia nos causaram antes de tê-los, de ter um único filho, ou de não querer adotar, de planejamento familiar, ou de simplesmente não querer. Até porque quem sou eu na fila do pão para falar o que alguém tem que querer, eu só convido minha geração a refletir!
 

O mundo está complicado, as sementes certas precisam ser semeadas! Se você tem Cristo como senhor sabe que o que seu filho mais precisa na vida não e de mais nada além do que um dia você precisou: REDENÇÃO!

 
Sim, hoje podemos parar e escolher se vamos nos casar, se vamos gerar filhos, adotá-los e tudo mais, mas não deixe o medo de não ser bom o suficiente, do mundo não ser bom, do seu filho não ser bom, impedi-la de receber o que Deus chama de RECOMPENSA, HERANÇA e FLECHA.
 
A recompensa boa é uma forma de presente. Seja no útero ou no coração filhos são heranças que Deus nos dá!
 
 

4 COMENTÁRIOS

  1. Que mensagem maravilhosa.
    Filhos são herança do Senhor.

    CAMILA ,VOCÊ É UMA BÊNÇÃO.

    AMAMOS NOSSO MINISTÉRIO VERBO DA VIDA ARUJÁ.

  2. Maternidade sempre foi e sempre será meu maior sonho, mas quando vejo você, sua postura como mãe, esposa e grande mulher de Deus que você é, não tem como não ser inspirada, e de fato sonhar e desejar constituir uma família com bases sólidas e firmes em Deus! Ca, você nos inspira ❤️

DEIXE UMA RESPOSTA