De repente, mas não por acaso

Postado em
0

por Zuleica Messias

Aleluia, Deus é bom!

Eu estava orando, e disse: “Pai, qual é a Palavra que o Senhor quer trazer para os meus irmãos?” Deus colocou uma palavra em meu coração, uma palavra sobre a qual eu nunca pensei em ministrar, porém eu creio que existe um toque fresco de Deus nesta palavra, nesta manhã e creio que hoje não será diferente, porque Deus colocou em meu coração para falar sobre “de repente”. Alguém está aguardando um de repente?

Deus Colocou algo em meu coração: de repente, mas não por acaso.

A palavra de repente, se você for buscar em um dicionário definições para ela, você verá que é algo que acontece de súbito, é uma ação repentina que não era esperada, um imprevisto. A gente diz: “Ah, não sei como é que foi, só sei que foi de repente”.

E, embora para nós essa palavra de repente carregue essa ideia de algo que aconteceu subitamente, meio sem explicação, sabe que na maioria das vezes os de repentes têm uma história por trás deles? Histórias boas e histórias ruins, mas se a gente parar para analisar cada de repente tem uma história por detrás dele, por exemplo, é muito comum nos nossos dias, e eu sei que muitos aqui já vimos notícias de casas, de prédios que de repente desabaram. O prédio estava de pé em um dia, no outro desabou e todo mundo diz: olha o prédio de repente caiu. Mas sabe que esse de repente tem um histórico por trás dele? Por que o prédio caiu? Podem ter várias razões: negligência da parte de quem o construiu, materiais de baixa qualidade, às vezes, não foi utilizado o material adequado para aquele tipo de solo, então, a casa até caiu de repente, mas não foi por acaso.

Eu conheço alguém que num determinado dia teve muita vontade de comer brigadeiro, então foi e comprou uma lata de leite condensado, fez um prato de massa para brigadeiro e comeu o prato todo sozinha. Só que tem um detalhe, de repente essa pessoa ficou com dor de barriga. Estava sã, estava boazinha, mas de repente bateu uma dor de barriga. Quantos sabem que a dor de barriga foi de repente, mas não foi por acaso?

Quer ver algo que é muito comum na vida da gente, dona de casa: quem aqui já experimentou acabar o gás na hora que está fazendo o almoço? Caramba! Faltou gás! Mas olha, a gente já sabia que aquele gás estava durando muito, já tinha ido lá e dado uma levantadinha no botijão. Então, o bom senso dizia: está na hora de comprar um gás. Está na hora de pedir um gás, mas a gente diz: não, eu vou comprar, eu vou comprar, aí, de repente acaba o gás. Quantos sabem que o gás acabou de repente, mas não foi por acaso?

Sabe, queridos, na Bíblia, a Palavra de Deus nos mostra muitas situações que aconteceram de repente. Histórias que mudaram de repente, mas nenhuma delas foi por acaso. Eu estava me lembrando de um personagem na Bíblia, um homem chamado Sansão. A gente não tem tempo de ler todos os textos, mas sempre está recebendo novos convertidos. Então, se você quer aprender mais sobre a história desse grande homem, na sua casa abra o livro de Juízes do capítulo 13 ao 16 e encontrará tudo que eu vou narrar aqui sobre a história de Sansão, mas não dá tempo de a gente ler.

Queridos, Sansão ficou conhecido na história e ele é conhecido até hoje como o homem mais forte que já existiu. Mas a Bíblia também conta a história de Sansão, ele foi o homem mais forte deste mundo, só que tem um detalhe Sansão o homem mais forte, perdeu a sua força da noite para o dia, perdeu a sua força de repente.

Qual a história de Sansão?

Sabe que Sansão não era forte porque ele fazia academia, porque ele levantava muito peso? Sabe que Sansão não era forte porque ele tinha uma dieta à base de muita proteína e baixo carboidrato? E tudo isso é maravilhoso fazer e quem faz tem força mesmo. 

E nós podemos ficar fortes produzindo essa força, fazendo exercícios, mas a força que Sansão tinha no corpo dele não era algo que ele havia produzido, a força que Sansão tinha era um presente de Deus na vida dele, era uma força sobrenatural, havia um propósito de Deus para ter dado aquela força a ele.

Sansão nasceu para ser um libertador de Israel, nasceu numa época em que o povo que mais perseguia Israel, maior inimigo deles eram os filisteus. E Sansão tinha essa força toda dada por Deus para quê? Para se mostrar? Não, para proteger Israel. Para libertar Israel das mãos dos filisteus. O livro de Juízes conta um episódio muito legal, quando diz que os inimigos os filisteus vieram contra Sansão, vieram para prender Sansão e tinha uma carcaça de jumento no chão. Sansão olhou em volta e não viu nenhum objeto, olhou para a carcaça do jumento e disse espere aí, pegou a queixada, e com ela, sozinho, matou mil  homens.

Rasgava um leão com as mãos, um homem extremamente forte. Sansão foi um juiz sobre Israel durante 20 anos. Ele era um herói nacional, fazia parte da equipe dos Vingadores daquela época. E era um super-herói, mas tinha um detalhe, queridos, Sansão tinha uma fraqueza: ele era propício à lascívia. Dominado por sexo, Sansão não podia ver uma mulher bonita na frente dele e para ele não importava se aquela mulher era uma mulher inimiga do seu povo. Passava na frente dele, ele passava a rede.

Satisfazer a carne era mais importante para ele do que honrar a unção que Deus colocou na vida dele. E, assim, Sansão passou a viver uma vida brincando com o pecado. Ele era ungido? Era. Ele tinha um chamado? Tinha. Era um herói temido pelos seus inimigos? Sim. Mas passou a ter uma vida brincando com pecado. Não considerou o que Deus tinha para ele. Não honrou a unção de Deus na sua vida, vocês estão entendendo queridos?

E a Bíblia diz que um abismo chama outro abismo. Sansão teve casos amorosos com muitas mulheres, até que chegou uma que ele ficou “arriado os quatro pneus e o estepe”.

Sansão teve várias mulheres, mas é interessante que o povo só lembra do nome de uma, quem? Dalila. Foi quem ficou famosa na história. Mas ela não foi a única, Dalila foi a cereja no bolo. E por ela Sansão se apaixonou.

Agora vejam só, já havia nele um histórico de prostituição, aí o diabo envia uma bem bonitona por quem ele ficou apaixonado, chamada Dalila. Só que os líderes filisteus ficaram sabendo do caso amoroso que Sansão estava tendo com Dalila. Então, chegaram para ela e fizeram uma proposta. Qual foi a proposta? “Consiga para nós qual é o segredo da força de Sansão. Se você conseguir extrair dele isso, cada um de nós dará para você, dona Dalila, 13 quilos de prata”.

Como Dalila não era “flor que se cheirasse”, ela topou a proposta e começou a extrair de Sansão o segredo da força dele. Eu imagino Dalila como aquela gatinha manhosa: “Amor, conta pra mim o segredo da sua força? Você me ama não ama?” E ele: “Sim, eu amo”. “Então me dá uma prova do seu amor. Conta pra mim qual é o segredo, eu também te amo, eu vou guardar esse segredo só pra mim”. E o bobo, brincando com ela, sabe queridos, é terrível quando alguém começa a brincar com o pecado. Porque essa pessoa começa andar na beira do abismo e nem percebe.

Ele começou a brincar com ela e começou a enganá-la. Você vai encontrar isso lá no livro de Juízes. E ela disse: “Amor conta para mim o teu segredo”. Então, ele disse, se eu for amarrado com sete tiras de couro eu perco a minha força.

Então Dalila prendeu Sansão com as sete tiras de couro, os soldados filisteus já estavam aguardando por ele e quando foi de manhã, quando os soldados vieram, Sansão se libertou e estava brincando com aquela situação. E o tonto nem parou para pensar que estava sendo traído. Gente, alguém já disse que paixão emburrece? Os apaixonados não conseguem enxergar um palmo adiante do nariz. Como é que ele falou para ela uma coisa e no dia seguinte, coincidentemente, os soldados filisteus estão lá na porta dela?

Então, ela ficou frustrada e disse: “Você me enganou, você não confia em mim, eu estou magoada. Conta para mim o seu segredo”, e ele brincando. Então ele a enganou novamente dizendo que se o amarrassem com cordas novas, ele perderia as suas forças. Então, Dalila fazia a mesma coisa e, novamente, Sansão não perdia as forças. Os soldados filisteus estavam lá para apreender e o tonto não se dava conta de que ela era parceira naquilo e ela tenta uma terceira vez. Então, ele diz: “Se trançarem as minhas sete tranças num pano e enrolar numa lançadeira, eu vou perder a força”. Ela conta isso para os filisteus e olha lá eles novamente para prender Sansão. E mais uma vez, a força dele estava lá.

Ela estava frustrada porque tudo que queria era dinheiro no bolso. Continuava dizendo que ele não a amava e não confiava nela e precisava dar uma prova do seu amor. Cuidado com as pessoas que pedem prova de amor.

Gente, eu não sou velha não, mas sou de uma época em que os rapazes espertos de plantão costumavam pedir às moças uma prova do seu amor. Que prova? Me entregue a sua virgindade, eu quero ser o seu primeiro homem, dê-me uma prova do seu amor. E as pessoas caiam, quando, na verdade, elas precisavam pedir a eles também uma prova do seu amor. Dê-me uma prova do seu amor. Qual? Espere.

Mas Dalila estava lá no encalço de Sansão. Ele se prostituindo, brincando com o pecado, mentindo, mas a força dele continuava lá. Até que ela insistiu tanto, que ele acabou contando o segredo.

Ele disse que era um homem consagrado a Deus, que era Narizeu. Nunca passou tesoura no meu cabelo, se eu cortar os cabelos, eu perco a força. Ela o traiu novamente e naquela manhã tudo se fez diferente, porque Sansão tinha ido dormir forte, mas quando ele acordou, as forças tinham ido embora. O chamado morreu com ele, mas a unção de Deus não pôde repousar no lugar do pecado. Só que quando a unção vai embora, ela vai silenciosamente. E as pessoas vão querer continuar fazendo as mesmas coisas que faziam debaixo da unção, só que não tem mais unção, é só a força do braço. Os soldados filisteus estavam lá para prender Sansão e ele pensava que ia se livrar mais uma vez, mas a força tinha ido embora, a unção tinha ido embora.

E o herói de Israel, de repente, passou da condição de herói para bobo da corte dos filisteus. Foi amarrado, capturado, furaram os olhos dele e levaram para a corte dos filisteus onde foi zombado e envergonhado.

Então, queridos, a unção de Sansão foi embora de repente, mas quantos sabem que não foi por acaso?

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA