Maná Diário

17 DE AGOSTO – Anjos da guarda

“Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus sempre veem a face de meu Pai que está nos céus” (Mateus 18.10).

Há muitos anos, estávamos em grupo, servindo ao Senhor em oração, de modo semelhante à descrição em Atos 13.1,2. Eu acabara de levantar-me, pois estava ajoelhado, e sentara-me na plataforma ao lado de uma cadeira dobrável, ainda orando em outras línguas, quando, de repente, vi Jesus em pé na minha frente! Atrás de Jesus, à distância de um metro (uns 60cm à direita d’Ele), havia um anjo grande! O anjo deveria ter uns dois metros e meio de altura; era bem grande.

Jesus me revelara algumas coisas (tudo quanto Ele dissera aconteceu posteriormente). Após Jesus terminar a reve­lação, perguntei-Lhe: “Senhor, quem é esse? O que ele representa?”.

Jesus respondeu: “É seu anjo”.

Retruquei: “O meu anjo?”.

Disse Jesus: “Sim. Você se lembra que, quando Eu estava na Terra, mencionei a respeito das crianças pequenas que o anjo de cada uma estaria sempre diante da face do meu Pai. Ninguém perde o seu anjo simplesmente porque se torna adulto”.

Isso é confortador. Em todos os lugares aonde vou, aquele anjo enorme está seguindo-me de perto!

Confissão: “De acordo com o texto de Hebreus 1.14, os anjos são enviados para ministrar em favor daqueles que são herdeiros da salvação. Eu sou um herdeiro da salvação. Meu anjo foi enviado para ministrar a mim”.

1 Comentário

  • Eu acreditei a vida toda que os católicos estavam erados a cerca de anjos da guarda 38 anos em uma denominação, sabia que os anjos do senhor se acampam ao redor daqueles que os teme.
    No primeiro ano do RHEMA descobrir esse versículo e fiquei como criança de tanta felicidade de saber que eu tenho um “anjo da guarda” kkkk

Comentários estão fechados.

Destaques da semana​