Famílias triunfantes

Postado em
0

por Fabrício e Kivânia Vidal
*Diretores do Centro de Cura Rhema

A Palavra de Deus não tem uma data de vencimento como o alimento natural que a gente come. Ela nunca se estraga e nunca estará vencida. Não há nada que seja tão forte e tão vivo como Ela.

A igreja é vitoriosa. E como eu faço pra ser vitorioso? Andando na Palavra. Mas tem um detalhe: você precisa colocar sua carne no lugar, e isso é possível. Eu consegui. Então, você também consegue.

A carne sente raiva, desgosto, ódio, mas quando o Espírito Santo entra em cena e permitimos que Ele faça a obra d’Ele, existe um refrigério que eu não consigo explicar para você, mas existe. No mundo, as pessoas bebem para ficar feliz, para esquecer os problemas, mas com o Senhor você louva, adora, medita, fala em outras línguas e sai cheio. E quando as pessoas veem, ficam pensando: “como é isso?”. E eu te digo que é simples. É buscando o conhecimento da Palavra e a sensibilidade ao Espírito Santo para Ele conduzir você no caminho.

É possível você colocar o velho homem no lugar dele e botar Cristo e a Palavra em primeiro lugar, permitindo que o Espírito Santo guie você. Você pode tropeçar, cair, mas Deus sempre vai estar esperando você. Pedro era um homem esquentado, quando Jesus ia ser preso, ele arrancou a orelha do soldado e disse para Jesus que iria para onde ele fosse, porém, na hora do “vamos ver”, ele negou Jesus. Mas quando Jesus ressuscitou ele disse: “Avisa aos meninos e avisa a Pedro”. 

“Digo, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo” (Gálatas 4.1).

O trono da igreja foi conquistado por Jesus e nós, como Corpo de Cristo. Estamos assentados com Ele no trono. Quando Ele morreu e ressuscitou, Ele sentou à destra de Deus Pai. Nós nos sentamos junto a Ele. Mas em Gálatas diz que em todo o tempo que o herdeiro é menino, ele nada difere do servo, ou seja, nós como herdeiros desse trono, dessa graça, dessa vitória, desse poder e autoridade no nome d’Ele, pode ser que vivamos como servos porque estamos na meninice. Quando nós nascemos de novo, o que precisamos fazer é crescer e amadurecer. Mas quando não fazemos isso, quando não consideramos a Palavra somos considerados como meninos e carnais. 

Nós escutamos e sabemos que somos o que a Bíblia diz que somos, que as portas do inferno não podem prevalecer contra a igreja do Senhor, mas porque, de uma forma pessoal, vemos tantas pessoas vivendo uma vida como se não estivessem em uma igreja triunfante? Deus não faz acepção de pessoas, Ele não tem filhos prediletos,. Ele chamou a todos que receberam o Seu filho como Senhor e Salvador. Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. E, se ele é salvo, é considerado como membro do Corpo de Cristo. Em Cristo não há derrota, nem fraqueza, nem inconstância, nem falta de domínio. 

A Bíblia diz que é possível você estar em Cristo e ser considerado menino e carnal. Paulo, em Gálatas 5.19, diz: ”Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas”.

Com as obras da carne, não se usa da autoridade do nome de Jesus. O nome d’Ele se usa contra principados e potestades. Com a sua carne, você lida com o auxílio do Espírito e da Palavra. As pessoas acham que podem repreender o espírito de pornografia e o computador vai se desligar automaticamente ou o celular vai sumir. Não, não é o nome de Jesus que vai fazer isso. É você que vai colocar limites na sua própria carne. Uma coisa é você encontrar uma pessoa possessa por demônios. Aí sim, ela precisa ser liberta pelo nome de Jesus. Porém, não se trata bebedeira, lascívia, idolatria, paixões desordenadas com o nome de Jesus. Somos nós que precisamos nos alimentar da Palavra para que tenhamos um espírito com condição de dominar a nossa carne.

Queridos, se fosse para tratar dessas coisas com o nome de Jesus, não teria mais ninguém pecando porque o nome de Jesus não falha. A esse nome tudo tem que se dobrar na terra, no céu e debaixo da terra. Mas quantas famílias não têm sido destruídas porque acham que é por meio de uma imposição de mãos que os pensamentos vão mudar e as emoções vão ser transformadas? Igreja, a renovação da mente foi o Senhor quem disse: “Renove a sua mente pela Palavra”. Ele não disse “pega o nome de Jesus e usa sobre a sua mente”. Ele disse para usar a Palavra, porque é ela quem lava, limpa e traz uma nova forma de pensar, sentir e se comportar. Ela é o alimento que fortalece o Espírito.

Não se trata obra da carne mandando sair em nome de Jesus, porque a sua carne não vai sair de você. O prazer da carne é cair da graça, da comunhão com Deus. Ela sente prazer. Só que, se você não resiste, quem te garante que você vai ter forças para levantar? Então, se você caiu e não está envolvido nesses prazeres que a Palavra de Deus condena, permaneça de pé. Mas se você caiu, você tem o Espírito Santo do Senhor que lhe ajuda. De maneira alguma, você está fora de conseguir sair disso. Deus sabe que alimento o povo precisa. Então, não desfaleça. Ainda que o seu homem exterior desanime, reclame, a carne não sinta prazer na lei do Senhor, mas vai valer a pena. 

Se o seu parceiro, sua parceira, seu filho ou filha não estão bem, ajude eles. Tenha misericórdia e compaixão ao invés de agir na carne. Não os maltrate. A única coisa que nunca vai falhar é o amor. É possível que se tenha um acidente de percurso, que a gente caia e veja todo mundo continuando a corrida e a gente ficando para trás. Mas você não está só. O Espírito do Senhor junto com os anjos de Deus, que foram enviados para trabalhar em nosso favor, estão torcendo por você, pelo seu casamento, pela sua vitória. Você não está só. Há jeito para você, para sua família e o seu casamento. Pode ser difícil pra você sozinho, mas o Espírito do Senhor pega junto com você e o ajuda a sair dessa prisão da carne. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA