Não inveje, plante!

Postado em
1

por Cíntia Angra (Aracruz-ES)
*Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema

Hoje foi dia de colheita na minha horta, a salada totalmente orgânica veio direto do quintal. Linda, saudável e variada, a cena era “de dar inveja”, diriam alguns!

Pensando nisso, o Espírito Santo falou profundamente ao meu coração sobre a importância de plantar ao invés de ter inveja da colheita de outros. O assunto é duro, mas precisa ser tratado.

Imagine um irmão ganhando um carro, um lindo relógio, uma viagem de férias ou recebendo muitos elogios pelo bom trabalho realizado… Analise seu coração, lembrando de quando isso aconteceu bem perto de você. Você vibrou com a notícia ou deu os parabéns e comemorou junto a pessoa?

Graças a Deus sempre podemos ver muitos filhos de Deus prosperando, ganhando presentes maravilhosos e trabalhando de maneira tão exemplar que chamam a atenção de muitos. Mas, enquanto uns se alegram com a vitória de seus irmãos, outros sofrem de inveja, pois os elogios não foram para eles.

Sabe de uma coisa: pior que identificar a inveja é ignorá-la e não tratar seu coração. Esse sentimento não vem de Deus e precisamos expulsá-lo de nossas vidas. Ele nasce de desejar algo que não é seu, querer o elogio de alguém que não tem ou não fez. Trata-se de uma obra da carne.

“Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus” (Gálatas 5.19-21).

Ainda que a inveja seja identificada, a boa notícia é que o Espírito Santo habita em nós e podemos encher nossos corações com Sua presença e tudo o que Ele é, de forma que não haja espaço para as obras da carne. Quanto mais enchermos nossos corações de amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio, menos espaço haverá para inveja, cobiça, ira e tudo mais que nasceu no coração do diabo primeiro.

Além disso, você também pode ter algo igual ou parecido àquilo que cobiçou ou invejou, mas, para isso, precisará plantar primeiro. Muitos querem ter a colheita alheia, mas não querem ter o trabalho de cultivar primeiro.

Segundo Gênesis 8.22, a lei da semeadura nunca falha, pois afirma que “Enquanto durar a terra, plantio e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite jamais cessarão”.

Assim como aconteceu com a minha horta, pode até levar um tempo, mas a colheita vai chegar. Você precisará regar, adubar, tirar as ervas daninhas e matar as pragas, ou seja, pode demandar trabalho, contudo, só quem planta pode colher.

Quer receber elogios? Trabalhe duro. Quer colher honra? Sirva seus irmãos com excelência. Quer colher amor? Plante amor. A colheita é certa, então, comece a plantar!

 

1 COMENTÁRIO

  1. Cíntia ,
    Que reflexão maravilhosa você fez. Meu coração se encheu de alegria lendo essa mensagem. Ficar feliz pelo outro é benção em nossa vida.

DEIXE UMA RESPOSTA