O poder da Palavra falada

Postado em
0

por Simon Potter
*Integrante da equipe ministerial da Sede

Essa palavra Rhema mudou a minha vida. Ela não significa somente uma escola, mas também tem o sentido de “palavra falada”. A direção do Senhor nos faz mudar até mesmo de um continente para outro, por causa da fome de Deus para buscar mais d’Ele pela Sua Palavra. Foi assim comigo, saí do Reino Unido para os Estados Unidos, viajei 5.000 milhas (ou 8.000 quilômetros) para estudar a Palavra falada no Centro de Treinamento Bíblico Rhema há muitos anos. Meus pais não entenderam de imediato, levou um tempo, mas aconteceu com eles também. Meus pais se mudaram para estudar lá quando já estavam com uma idade avançada. Minha família estava na Palavra!

Continuamos recebendo dessa Palavra que muda a vida e pessoas ao redor do mundo. Nós, você e eu, fazemos parte desse movimento da Palavra como Espírito. Quero falar sobre a palavra “rhema” que vem do grego. Interessante pensar sobre o porquê Deus escolheu uma palavra que tem o sentido de carregar a vida d’Ele. Quero mostrar que essa palavra procede do Pai e que transforma a terra. Ela vence o inimigo e volta para o trono através dos nossos louvores e adoração. Vamos ler o livro de Isaías 55.8-11:

“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.”

O Senhor está incluindo o Seu povo ao dizer que o poder dessa palavra para criar está disponível para nós pelo cair da chuva e da neve dos céus na terra. Como podemos colaborar com o Senhor, então? No verso 8, para contextualizar, o Senhor fala sobre os diferentes pensamentos Dele e do nosso. Deus tem um jeito de pensar, que é diferente do nosso, mas nós podemos pensar igualmente a Ele através da Sua palavra. O Senhor não está dizendo que Ele vive no céu e por isso os pensamentos Dele são mais altos, não! Ele diz que os pensamentos Dele cairão dos céus sobre a terra a fim de frutificá-la, assim como as chuvas regam as sementes da terra e frutificam. A palavra de Deus é uma ponte entre o céu e a terra para que assim essa influência do céu transforme a terra. Dessa forma, entendemos que a palavra procede do trono e desce até a terra. Às vezes, estamos como papagaios, somente repetindo as palavras, mas sem buscá-la direto do trono. 

“Aquele que habita nos céus se rirá; o Senhor zombará deles. Então lhes falará na sua ira, e no seu furor os turbará. Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião. Proclamarei o decreto: o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei” (Salmos 2.4-7).

No trono existe uma alegria. No hebraico, a primeira palavra do versículo 4, fala sobre aquele que encontra-se assentado. Deus não está nervoso, questionando aos anjos o que poderá ser feito. Ele está assentado e desse lugar de descanso e de paz sempre vem um tom de alegria. Essa palavra mudou a minha vida! Eu buscava sentir ainda como cristão uma emoção ou um sentimento de alegria, porém a alegria de Deus é uma força que existe a partir do espírito recriado. Um dia esse entendimento chegou!

A alegria já existe dentro de nós e podemos somente pegar as nossas vestes de louvor e, assim, iremos dançar e receber as respostas que procedem do trono.

Ele fala do trono e quando nos sintonizamos com o trono, então os milagres acontecem porque estaremos concordando e falando a mesma linguagem que Ele fala. Que prazer temos em dizer as palavras de Deus! Deixe a palavra sair pela sua boca!

O livro de Salmos, no capítulo 2, está falando sobre o novo nascimento para pesadelo do inimigo. Após 2 dias da morte de Jesus, Deus o gera como vencedor, ressurreto! Isso por causa da palavra falada. Às vezes parece que está demorando, mas o terceiro dia chegou e a ressurreição aconteceu. O que isso tem a ver com a nossa vida? O capítulo 2 de Salmos,  fala sobre aquele que está sentado no trono, ele está falando sobre Deus. Na carta aos efésios, a Bíblia fala sobre nós estarmos assentados com Ele, em Cristo. Então isso significa que, a partir do novo nascimento, quando confessamos que Ele é o nosso Salvador, algo acontece em nós após isso: Ele nos faz assentar no trono em Cristo! Deus fez com que os seus filhos estivessem sentados com Ele e mudando as coisas com Ele.

Ao invés de corrermos de um lado para o outro [sem saber o que fazer] em momentos de adversidade, vamos nos localizar onde estamos sentados, alcançar aquela paz e descanso, e então o Senhor vai nos dirigir naquilo que Ele está pensando. Na nossa interação com o inimigo, não podemos ficar de boca fechada e sentir pânico. Vamos falar e liberar o poder da palavra falada!

Em Lucas 1. 30-37, a resposta para a nossa vida é como a resposta do anjo para Maria. No verso 37, a Bíblia explica que não há impossíveis. Nada é impossível para Deus. Com Deus toda a palavra falada tem o poder de se cumprir. O poder do cumprimento da palavra já está nela, assim, quando recebemos a palavra também vem com ela o poder para transformação. Por causa da compreensão de Maria sobre a palavra falada, a palavra se cumpriu e Jesus chegou. Coisas impossíveis acontecem por causa da palavra. 

Vamos ver Jesus e a figueira. Ele falou e a figueira murchou. Os discípulos se perguntaram como aquilo havia acontecido. O que Jesus falou afetou aquela terra e a árvore murchou, ela foi mudada. Em meio a uma tempestade, os discípulos com medo de morrer, Jesus despertou, repreendeu o vento e mandou que ele se calasse. Assim como ele falou, aconteceu. Uma palavra falada mudou a situação de turbulência do barco. Depois disso, Jesus se dirigiu aos discípulos e o que ele questionou a eles estava os dizendo que eles também poderiam fazer a tempestade parar.

A palavra falada que procede da boca de Deus também procede da boca dos Seus filhos. Quando Jesus foi tentado no deserto, ele dizia ao diabo por três vezes: “está escrito” e, assim, ele venceu o inimigo. Algumas vezes estamos chamando por Deus e Ele está nos olhando e dizendo “Eu te dei a minha palavra, faça você algo!”. Podemos vencer o inimigo através da palavra e aplicar a vitória de Jesus sobre o inimigo no nosso dia-a-dia.  

Não devemos brincar com o inimigo, mas devemos usar as armas espirituais. Jesus usava meramente a palavra falada. Em Atos 19.13, fala sobre os filhos de Ceva e a tentativa deles em vencer o inimigo sem uma palavra que procedia do trono. O inimigo sempre é vencido através de uma palavra que sai da nossa boca pela fé! Em Efésios 6:17, aprendemos que a espada do Espírito é a palavra de Deus. O que estamos fazendo com essa espada? Estamos a utilizando para mudar a situação ao nosso redor?

Nesse ponto, quero voltar ao trono. Ao recebermos ou tomarmos a espada da palavra, nós devolvemos a palavra através da oração. Assim, nos envolvemos nesse “círculo vicioso” da palavra. Recebemos a palavra através da fé e devolvemos através da oração, dessa maneira estamos glorificando e exaltando a Ele. Não podemos falar a palavra sem Ele. Não podemos mudar as situações através da nossa vontade; isso é feitiçaria.

Devemos devolver toda a glória que pertence a Ele, pela oração e adoração! Podemos falar a palavra de Deus em toda e qualquer circunstância buscando ao Senhor. Reconheça a grandeza d’Ele e lance fora todo o medo!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA