Qual o seu modelo de família?

Postado em
0

por Policarpo Brito (Campina Grande-PB)
*Professor do Centro de Treinamento Bíblico Rhema

“Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis” (Êxodo 25.9).

“Atenta, pois, que o faças conforme ao seu modelo, que te foi mostrado no monte” (Êxodo 25.40).

A Palavra “modelo” me chama muito a atenção. Isso mostra que Deus tem moldes, padrões de cada coisa e espera que possamos segui-los. Para o Tabernáculo, por exemplo, até as medidas são especificadas. Não parece uma coisa boba? Mas isso mostra que Deus se atém aos detalhes de tudo. 

Ao longo das Escrituras, vemos várias vezes a recomendação de nos tornarmos modelo e de seguirmos os exemplos corretos. Isso vale para família também. Vejamos:

“Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome” (Efésios 3.14,15).

Efésios nos mostra que há um modelo de família que já é pré-concebido no céu. Ao falar sobre o Pai, Ele estabelece um referencial paterno sobre cada um de nós. Hoje em dia, a imagem da família considerada “tradicional e patriarcal” é tida como retrógrada, antiquada. Se não tomarmos cuidado, seremos consumidos por essa cultura de desprezo à Palavra. 

Por que se amotinam os gentios, e os povos imaginam coisas vãs? Os reis da terra se levantam e os governos consultam juntamente contra o Senhor e contra o seu ungido, dizendo: Rompamos as suas ataduras, e sacudamos de nós as suas cordas” (Salmos 2.1-3).

Para o mundo, os mandamentos do Senhor são uma prisão. Precisam ser sacudidos, removidos em busca de uma liberdade que ninguém sabe muito bem como definir. Irmãos, Liberdade não acontece quando você faz o que quer. Liberdade é quando você carrega em si o poder para fazer o que é certo. Sobre as pessoas que são entregues aos seus desejos, a Bíblia diz que Deus “zombará deles” (Salmos 2.4). São vítimas do engano e têm coragem de proclamar as mentiras nas quais eles mesmos acreditam.

Talvez, você pense que existem psicólogos, catedráticos e filósofos dizendo coisas diferentes e que eles merecem ser ouvidos. Em Atenas, conforme relata a Palavra, havia o hábito de estar sempre procurando novidades, comentando coisas diferentes. Uma confusão ideológica. Não podemos nos deixar influenciar por esse tipo de comportamento. Em minha vida, quem entra em minha casa, vai ter comunhão com o que eu penso e ser influenciado por aquilo em que creio. 

“Então todos vós chegastes a mim, e dissestes: Mandemos homens adiante de nós, para que nos espiem a terra e, de volta, nos ensinem o caminho pelo qual devemos subir, e as cidades a que devemos ir. Isto me pareceu bem; de modo que de vós tomei doze homens, de cada tribo um homem. E foram-se, e subiram à montanha, e chegaram até ao vale de Escol, e o espiaram. E tomaram do fruto da terra nas suas mãos, e no-lo trouxeram e nos informaram, dizendo: Boa é a terra que nos dá o Senhor nosso Deus. Porém vós não quisestes subir; mas fostes rebeldes ao mandado do Senhor nosso Deus. E murmurastes nas vossas tendas, e dissestes: Porquanto o Senhor nos odeia, nos tirou da terra do Egito para nos entregar nas mãos dos amorreus, para destruir-nos. Para onde subiremos? Nossos irmãos fizeram com que se derretesse o nosso coração, dizendo: Maior e mais alto é este povo do que nós, as cidades são grandes e fortificadas até aos céus; e também vimos ali filhos dos gigantes. Então eu vos disse: Não vos espanteis, nem os temais. O Senhor vosso Deus que vai adiante de vós, ele pelejará por vós, conforme a tudo o que fez convosco, diante de vossos olhos, no Egito; Como também no deserto, onde vistes que o Senhor vosso Deus nele vos levou, como um homem leva seu filho, por todo o caminho que andastes, até chegardes a este lugar. Mas nem por isso crestes no Senhor vosso Deus. Que foi adiante de vós por todo o caminho, para vos achar o lugar onde vós deveríeis acampar; de noite no fogo, para vos mostrar o caminho por onde havíais de andar, e de dia na nuvem. Ouvindo, pois, o Senhor a voz das vossas palavras, indignou-se, e jurou, dizendo: Nenhum dos homens desta maligna geração verá esta boa terra que jurei dar a vossos pais. Salvo Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos; porquanto perseverou em seguir ao Senhor. Também o Senhor se indignou contra mim por causa de vós, dizendo: Também tu lá não entrarás” (Deuteronômio 1.22-37).

O livro de Deuteronômio é uma recordação do Livro de Números, escrito por Moisés. Em Números, ao relatar o mesmo episódio, Moisés afirma que estava cumprindo uma ordem do Senhor. Mas em Deuteronômio, escrito anos depois, Moisés reconhece que a ordem de entrar na terra com espias era uma estratégia vinda de pessoas bem instruídas e de boa reputação, mas não vinha de Deus.

A voz do povo não é a voz do Senhor. Muita gente vai gritar, trazer novidades, mas não se abale por isso, irmão. O que Deus diz não muda. A Bíblia não será atualizada por nenhum de nós. 

“Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé” (Hebreus 11.7).

Por 480 anos, Noé foi instruído por Deus a andar na contramão do mundo. O que ele dizia era loucura para todos. Noé sugeria construir uma arca do tamanho de um transatlântico, sendo que ele morava no meio de um deserto árabe longe do mar, mas ele não vacilou. 

A mensagem de Noé foi proclamada por 120 anos, nos quais ele buscava convencer primeiramente a própria família a crer que aquela ordenança vinha do Senhor. Se fosse hoje, eles seriam meme na internet. Mas Noé e sua família prevaleceram. A fé e o testemunho deles serviram de condenação  para o mundo porque a Justiça sempre revela a iniquidade.

“E disse o Senhor: Ocultarei eu a Abraão o que faço, Visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra? Porque eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agir com justiça e juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado” (Gênesis 18.17-19).

Neste trecho, Deus explica que Abraão recebeu a ordem de ordenar aos filhos, netos, genros e noras os mandamentos das Escrituras. Essa era a condição para que ele fosse feito Patriarca e usufruísse do cumprimento das promessas de Deus. Essa ainda é a condição para nós. Nos tornamos grandes quando andamos no que o Senhor estabelece e quando levamos as nossas famílias por esse caminho. 

“Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra” (Salmos 139.14,15).

Você já ouviu falar sobre o fóssil chamado Luzia? Trata-se do fóssil mais antigo da América do Sul, com cerca de 11.000 a 11.500 anos.  O Brasil tem pouco mais de 500 que foi descoberto. Sabe como se determina que é um esqueleto feminino? Primeiro pela tecnologia, claro. Mas também porque as obras de Deus são maravilhosas e o propósito de cada criação d’Ele  está revelado a nós. O esqueleto da mulher tem uma formação distinta da do homem. Homem e mulher são distintos e foram feitos dessa forma.

Não se amolde a ideias que falam diferente. Não se amolde aos conceitos de famílias com “poliamor”, bissexualidade ou qualquer outro nome. Essas ideias parecem bonitas, mas não prevalecem. O Modelo de Família estabelecido pelo Senhor, bem como a Sua Palavra, são realmente os que permanecem. 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA