Tempos e estações

Postado em
0
por Rafaela Brandão
*Graduada na Escola de Ministros  e de Missões Rhema.

 “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3.1).

Refletindo sobre direções, tempos e estações, muitas vezes, não compreendemos sobre como ser guiado pelo Espírito Santo. Deus nos criou com um propósito individual e único, como também o coletivo que é o ministério da reconciliação, que pertence a todo Corpo de Cristo. Mas vou ressaltar sobre o propósito único e individual nessa postagem.

Pelo fato de ser um plano único e individual, não quer dizer que será exclusivamente seu, no sentido de somente você ser abençoado. Deus nos criou para servimos e abençoarmos outras pessoas através dos dons e talentos que Ele nos concedeu. Deus não nos criou para sermos egoístas e vivermos para nós mesmos, mas para alcançar vidas e levar Jesus para as pessoas que passarem por nossas vidas. O plano individual não é separado do plano coletivo, eles se interligam. É como o corpo humano, ele é um conjunto de órgãos, células, membros, mas cada um deles tem um objetivo específico e outro coletivo, o específico só ele faz, mas para um fim comum, beneficiando todo o corpo, assim é conosco como Corpo de Cristo, temos funções específicas, mas para abençoar todo o Corpo.

“Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos. A manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso. Porque a um é dada, mediante o Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, segundo o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento; a outro, no mesmo Espírito, a fé; e a outro, no mesmo Espírito, dons de curar; a outro, operações de milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a um, variedade de línguas; e a outro, capacidade para interpretá-las. Mas um só e o mesmo Espírito realiza todas estas coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente. Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo” (1 Coríntios 12.4-12).

Depois que entendemos isso, devemos buscar em Deus qual é o nosso propósito de vida, porque nascemos, porque existimos, como vamos ser úteis no Reino de Deus, como vamos servir a nossos irmãos e como vamos influenciar a sociedade.

Não fomos chamados para ficar dentro das quatro paredes da igreja o tempo todo, mas para influenciar as pessoas fora dela.

Mas para influenciar alguém, ser testemunha de Jesus, precisamos nos preparar em conhecimento da Palavra de Deus, ter comunhão com Ele e aprendermos a ser guiados pelo Espírito Santo. Assim como uma criança não está pronta para ter a habilitação de um veículo, assim é um cristão sem estar preparado e convicto de quem Ele é em Deus, indo influenciar outras pessoas. E não me refiro a falar de Jesus, todos nós podemos falar, mas você percebe que quanto mais você O conhece, estuda a Palavra e ora, mais fácil é para você falar d’Ele para outras pessoas e elas realmente perceberem que existe algo diferente em você? Porque não devemos ser apenas ouvintes, mas praticantes.

“Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tiago 1.22).

Assim que começamos a amadurecer, crescendo espiritualmente, nos tornamos mais sensíveis a voz do Espírito Santo, compreendemos o que devemos e o que não devemos fazer. O Espírito Santo mora dentro de nós e quer ser ouvido. Ele nos ensina e nos guia em tudo. Você já parou para perguntar a Ele sobre coisas do seu dia a dia? O que eu devo vestir? Ou o que devo fazer em determinada situação?

Muitas vezes, só vamos consultá-lo ou pedir ajuda quando já tomamos as nossas próprias decisões.

“…Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14.26).

O Espírito Santo é o nosso amigo, Jesus voltou ao Pai e deixou Ele conosco para nos auxiliar em tudo o que precisamos. Muitas vezes, tomei decisões erradas por não consultá-lO, tenho certeza que todos nós fizemos isso alguma ou algumas vezes em nossa caminhada, mas é tempo de alinharmos nossas rotas e sermos guiados por Ele em tudo. Muitas vezes, saímos do centro da vontade de Deus por simplesmente não consultá-lO em momentos importantes de nossas vidas, como a escolha de uma faculdade, emprego, relacionamentos, etc.

Graças a Deus por ajustes de rotas, é isso que entendo por ter um coração ensinável, vamos errar algumas vezes, mas Deus é tão amoroso que nos dá a oportunidade de entregarmos novamente o leme de nossas vidas para Ele e deixarmos ser guiados para onde Ele quer. Deus se importa com todas as decisões que tomamos, sabia que muitas das vezes não enxergamos como Ele nos vê, Deus depositou em nós dons e talentos que vão ser úteis no nosso propósito, mas que depende de nós despertamos para isso. Ele como um bom Pai, nos instiga, nos alerta, nos mostra, mas muitas vezes somos nós que não estamos enxergando ou “fugindo”, não nos achando capazes de fazer certas coisas. Que tal hoje você decidir parar de fugir do que Deus tem para você e correr em direção à carreira que está proposta para sua vida?

“Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus” (Atos 20.24).

Você não foi chamado para viver uma vida comum, você nasceu para ter uma vida extraordinária.

Deus tem um propósito para você e quer revelar isso, busque os planos que Ele tem para você, se aprofunde em comunhão com Ele, estude a Sua Palavra, se encha com o Espírito Santo! Busque as direções que Ele tem para a sua vida, descubra seus dons e talentos e use para a glória de Deus.

Para corrermos a nossa carreira, precisamos estar preparados! Ninguém vence uma corrida de qualquer jeito, assim é conosco, Deus não nos revela toda a nossa jornada de uma vez, porque nos sentiríamos despreparados ou incapazes de completá-la, mas conforme nossos passos de fé, Ele vai nos revelando.

O tempo de Deus é diferente do nosso, por não conhecermos o que nos aguarda no futuro na sua plenitude, mas temos deslumbres do que Deus nos disse, podemos tomar decisões precipitadas ou equivocadas, por isso é muito importante estar sensível a voz do Espírito Santo, Ele que nos guia se podemos avançar, se devemos aguardar ou retroceder e mudar a nossa rota. Por isso é tão importante compreender os tempos e estações nas nossas vidas, pois assim passamos de nível de forma suave e leve e corremos com perseverança, sabendo que Deus é fiel e vai cumprir o que Ele prometeu.

“Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois, quem fez a promessa é fiel” (Hebreus 10.23)                                    

Deus tem um plano maravilhoso para cada um de nós e Ele não quer nos ver confundidos, mas que corramos a carreira afim de completá-la. Haverá dificuldades e pressões, temos que aprender a deixar os pesos e coisas que não fazem parte mais da nossa vida em Cristo para trás e corremos com a visão e o foco certo, sabendo que essas coisas são momentâneas, compreendendo os tempos e estações, visando o fim de tudo, assim como um corredor visa ganhar a corrida, chegaremos ao que Deus designou para nós e teremos cumprindo a carreira.

“Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3.13,14).

       

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA