À luz da boa semente

Postado em
1

por Agnaldo Marques (Campina Grande-PB)
*Supervisor do Ministério Verbo da Vida

A Palavra de Deus em movimento tem o poder para mudar vidas. Ela que trouxe os cristãos até aqui, nos dias de hoje.

No livro de Salmos 119.105 está escrito sobre a importância da Palavra e como ela traz luz para o caminho daquele que se dedica. A lâmpada é o objeto e a luz é o que ela produz.

Como exemplo, pode ser citado o dínamo, um objeto que era usado há uns anos na bicicleta e o movimento dele produzia a luz, este sistema de luz possibilitava andar com a bicicleta em lugares escuros, porque trazia a iluminação necessária para percorrer o caminho. Assim é o cristão, ele é como uma lâmpada que recebe o poder da Palavra e produz a luz necessária para iluminar o caminho por onde quer que seja.

O poder renovador da Palavra é proporcionar esse movimento da luz através da vida do cristão.


A Palavra de Deus tem o poder de movimentar coisas e fazer resplandecer a luz, contanto que Deus permaneça sendo o Senhor. É através do  poder renovador da Palavra que o amadurecimento vem, desde que o cristão se exponha constantemente à luz da Palavra.

Marta quando estava com Jesus, reclamou que Maria não a ajudava, mas ambas estavam fazendo coisas importantes e que são necessárias e sendo luz em suas áreas.

Às vezes, só precisa ser dito: “Qual é a parte que me cabe?”. Fazer o melhor naquilo que é chamado, demonstra que o poder renovador da Palavra está atuando.

Outro exemplo foi Pedro, que mesmo em um mar revolto ousou andar pelas águas e encontrar Jesus. A vida de Deus faz com que os cristãos sejam ousados e reflitam a luz de Cristo.

O segredo da vida está no coração. O sangue entra no coração e bombeia, promovendo a oxigenação. O sangue tem quatro áreas diferentes que trabalham de forma sincronizada, com a mesma importância e assim deve ser visto todo serviço no Reino.

O Evangelho de Lucas 8.5-8 está escrito que o lavrador saiu para semear e o foco está na boa terra, porque a semente que é lançada é a Palavra, mas também, os outros três tipos de terreno também são tão importantes e nem sempre o solo que é tão importante é o ideal para um determinado tipo de semente.

Uma das sementes é o ativismo, e precisa cair na beira do caminho e a beira do caminho é para deixar coisas que precisam ser esquecias. Ativismo significa que a atividade é a essência da vida, mas não deve ser desta forma. A semente do ativismo não deve cair na terra boa e sim na beira do caminho, pois é tipo um vírus, se pega e transmite para outros.

Há um outro tipo de semente: a semente da amargura que deve cair em terra rochosa, cair e morrer, não permanecer no coração, porque se a amargura cair em boa terra irá produzir a 30, 60 e 100 por um e este não é o desejo de Deus.

“Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem” (Hebreus 12.15).

O terceiro solo é dos espinhos e há sementes que precisam ser sufocadas. Um exemplo é a semente da soberba que precisa ser sufocada. Nós somos os proprietários da terra do nosso coração e devemos cuidar desse solo para que permaneça em terra boa somente o tipo de semente que deve produzir. Não se deve fazer como Ananias e Safira que não vigiaram o solo dos seus corações.

A boa terra é um tipo de solo em que apenas a semente da Palara deve germinar. Às vezes, nos deparamos com dificuldades, porque está caindo semente para todo lado e não está sendo bem administrada pelo proprietário do coração e a Palavra já nos alerta para cuidar e guardar o coração.

O padrão de Deus é viver com intensidade e cuidar do próprio coração.

Há três padrões de vida: o primeiro é sem a necessidade suprida, o segundo é quando somente a necessidade é suprida e o terceiro e o melhor é o suprimento de Deus servindo as próprias necessidades e transbordando para abençoar outros.

É tempo de andar nos princípios da Palavra de forma intensa, vibrando com a leitura da Palavra, se renovando e desfrutando do que Deus tem para sua vida, este é o modelo ideal para cristão. As pessoas desejam ver as sementes germinando em sua vida.

 

*Trechos da mensagem na Conferência de Ministros Sul em setembro de 2021.