Verbo FM

Aceleração sobrenatural!

Marty Blackwelder

A nossa vida como Cristãos é descrita nas escrituras como uma vida que deve se mover de fé em fé (Pv 4.18; Sl 84.7; II Co 3.18). A nossa vida deve caminhar de fé em fé, de força em força, de glória em glória. Essa intenção também se refere ao corpo de Cristo, a instituição igreja.

Como indivíduos a nossa vida é feita por estações, assim como as estações do ano: primavera, verão, outono e inverno. Tais estações possuem uma função específica. Esse princípio se aplica a nossa vida e também as igrejas locais e aos ministérios.

Identificar as estações nos faz abraçar e cooperar com o propósito de Deus para cada uma delas. Assim como fazer as transições de uma estação para a outra de forma bem-sucedida. 

Em cada uma dessas estações haverá desafios, mudanças, transições, redirecionamentos e reorganizações. É dessa forma que as coisas vão se nivelar e atingir um platô onde você fica concentrado para dar o passo seguinte. É nesse momento que você precisa ficar pronto para romper e entrar no novo nível. Muitos de vocês estão nesse ponto na vida e no ministério.

Um ministro nos EUA profetizou que 2018, seria um ano de iniciação de grande glória na igreja e aqueles que são fiéis vão florescer e abundar. Florescer significa crescer bem, desenvolver, prosperar, aumentar, expandir, entrar em um período de alta produtividade, excelência e influência. É nesse lugar que nós estamos.

Em I Crônicas 4, vemos a oração de Jabez. Esse texto carrega uma implicação profética específica para muitos que estão aqui e para o Verbo da Vida como instituição. Deus, de fato, vai nos abençoar, expandir o nosso território, a influência. Ele nos concederá um favor incomum e o Seu Espírito repousará poderosamente sobre nós nas cidades ou países aonde formos plantados.

Eu acredito que Deus determinou algumas coisas para nós e por nós nessa estação do corpo de Cristo e como ministros (Eclesiastes 3.1). Isso se trata de coisas, as quais, precisamos para cumprir a tarefa e o plano que Ele tem para nós.

Existem três princípios que podemos praticar como indivíduos, pastores, ministros e missionários que vão nos ajudar a nos posicionar e navegar de forma bem-sucedida nessa estação. Nós entendemos que toda intenção divina requer uma atitude humana. Deus tem a parte dEle e nós temos a nossa.

Nessa estação é importante orarmos e ouvir bem porque Deus nos dará instruções e posicionamentos para que possamos florescer, crescer bem e cumprir os Seus planos e propósitos. Tudo o que Deus mandar: Faça (João 2.1- 6). Esse é o primeiro princípio. Mesmo que seja algo que não seja lógico ou não se adeque às nossas preferências pessoais. Muitas vezes, Deus está tentando nos lançar para uma nova fase em nosso propósito e podemos hesitar em dar esses passos quando parecem incertos.

Tudo o que Deus mandar: Faça

Algumas vezes, esses passos podem nos deixar desconfortáveis.  Deus pode nos direcionar para fora da nossa zona de conforto para que possamos avançar. Precisamos estar disponíveis para Deus, abertos a mudanças. Essas mudanças podem ser internas ou externas e até mesmo as duas coisas. Se o Espírito Santo estiver lhe guiando, Ele está cuidando do seu bem-estar e há uma benção disponível para essas mudanças.

Quando somos direcionados para sair da zona de conforto significa que Deus quer nos fazer chegar em um nível totalmente novo, um parâmetro fora da nossa percepção natural. Podemos não nos sentir capazes, mas ELE sabe que há uma graça para alcançarmos essas coisas nEle.

Na vida da fé nem sempre vamos poder esperar que as coisas estejam alinhadas como nós desejamos, pode parecer incerto. Mas, é nossa obediência aos comandos de Deus que vai trazer as manifestações das possibilidades ilimitadas, da provisão ilimitada, do plano de Deus.

Os planos de Deus podem ser fora dos nossos parâmetros. Não desperdice uma porta aberta só porque ela não veio da forma que estamos esperando. 

É como se alguém perguntasse se podemos pular e atravessar uma parede, precisamos ter algo claro em mente: o pulo pertence a nós, atravessar a parede pertence a Deus.

A fé demanda obediência, mesmo quando os resultados podem parecer incertos numa perspectiva natural.

 

O segundo princípio é sobre crer que Deus pode pegar o que temos e abençoar. Nunca subestime o que temos como indivíduo e como igreja, nunca devemos olhar para outras pessoas com inveja.  Deus já nos deu o que precisamos. Muitas vezes, comparamos o que temos com aquilo que precisamos (Jo 6.5-9). E isso, pode nos fazer questionar os planos e sonhos que Deus tem para a nossa vida.

Se Deus colocou um sonho, um plano em nosso coração, Ele já sabe fazer, como bancar. Mas, Ele deseja a nossa fé e a nossa obediência, isso será como um catalizador para destravar esse plano.  Deus honra a fé. Deus pode abençoar o que nós temos e tornar isso mais do que suficiente para cumprir o nosso propósito. Se não usarmos o que temos nas mãos, nunca seremos capazes de ver a manifestação do poder de um Deus que abriu o mar vermelho com um simples cajado.

Nós temos sim algo para oferecer a Deus. Ele pode contrariar todas as estatísticas. Ele pode nos levar além dos confinamentos das nossas habilidades, recursos e ambientes naturais.

Deus não está limitado pelo nosso ambiente, recursos naturais ou habilidades. 

DEUS pode pegar árvores e plantá-las num deserto, um ambiente onde naturalmente elas são incapazes de viver e a Sua benção fará com que essas árvores cresçam e floresçam. O que contraria as estatísticas. Dessa forma, as pessoas vão olhar e dizer não teria como isso acontecer naturalmente, só poderia ser a mão de Deus.

Lembre-se de algo importante: não tem diabo no inferno capaz de parar você.

Algumas pessoas dizem que não crescem porque o ambiente não permite. Nós podemos pegar uma semente e plantá-la na rachadura do asfalto e, quando aquela semente começar a germinar ela vai se expandir e arrebentar a rachadura do asfalto. Se Deus pode fazer uma planta florescer no concreto Ele pode abençoar você onde você está. 

A flor da fé floresce em qualquer ambiente.

O que quer que Ele vos mande fazer: FAÇA! Acredite que Ele pode abençoar o que já temos.

O terceiro princípio é sobre manter sua expectativa. Em I Reis 18 Elias recebe uma palavra para se preparar pois estava vindo mudança.  Essa é a mesma palavra que Deus tem para nós hoje.

Mantenha sua expectativa, esteja firme, constante e inabalável.  Confie que Deus tem o poder para realizar tudo o que Ele prometeu.  Elias tinha uma expectativa, ele estava olhando para ver a chuva que Deus tinha prometido, até mesmo o seu servo havia voltado seis vezes sem ver absolutamente nada (I Reis 18.40-43). Na sétima vez, havia um sinal de que a chuva viria.  Nunca presuma que o estágio ou circunstância que você se encontra no momento determinará o cumprimento do seu potencial no futuro (I Reis 18. 44-45).

O espírito de expectativa diz: “talvez, eu não esteja vendo nesse momento, mas eu sei que já está a caminho”. Devemos nos preparar para receber aquilo que estamos esperando. Quando Nóe construiu a arca e colocou os animais lá dentro havia um sol tinindo. Mas, ele tinha uma expectativa e isso era o que motivava as suas ações, assim como Elias. Eles não aceitariam um “não” como resposta.

Smith Wigglesworth dizia que todo homem deve ter um “amém” dentro de si. Se Deus disse “não” será de outra forma.

Podemos pensar que estamos enfrentando um retrocesso ou até parado no tempo por muito tempo, pensando que Deus nos esqueceu. Enquanto Deus está nos dizendo que esse é o tempo e a estação em que os nossos sonhos serão totalmente realizados e as promessas dEle a nosso respeito se cumprirão.

Como está escrito, a visão é para um tempo determinado, se parecer estar lento, não devemos desanimar, mas ficar convictos de que essas coisas acontecerão. Devemos ser pacientes. Deus não irá atrasar um dia se quer.

Essa é uma estação de sonhos e propósitos se realizando. É uma estação de restituição daquilo que o inimigo roubou. E o propósito dessa restituição é consumar e completar nosso chamado divino.

Vamos crescer e abundar no lugar onde estamos, no nosso chamado. Deus vai aumentar a nossa influência, nos conceder favor e o espírito vai repousar sobre cada um de nós.

A nossa resposta para o que quer que Deus diga deve ser a obediência. Deus pode pegar aquilo que temos e abençoar, tornar mais que suficiente para cumprir todo Seu plano e propósito. Mantenha a sua expectativa nos planos e promessas de Deus.

Assim como chegou para Noé e Elias, a chuva vai cair, a água vai correr e aquilo que nos preparamos e trabalhamos para receber vai acontecer de fato. A ação sempre é necessária, lembre-se as valas precisaram ser cavadas, as vasilhas ajuntadas. Uma vez que tenhamos feito a nossa parte em resposta ao que Deus diz, devemos apenas recuar e contemplar.

Para produzir um vinho de qualidade intermediária é necessário pelo menos um processo de 4 a 5 anos. Para os de qualidade superior são necessárias décadas. Jesus pegou uma coisa que no natural levaria anos e fez em um instante. Isso se chama aceleração sobrenatural.

*Trechos da mensagem na Conferência de Ministros Verbo da Vida Nordeste 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!