Verbo FM

A lei e o amor

Hugo Henrique
Aluno do Centro de Treinamento Bíblico Rhema em Pedra de Guaratiba, Rio de Janeiro-RJ

Antes de começar a ler esse texto eu indico que você ouça a música “A lei e o amor” do Séo Fernandes.

Temos vivido um tempo, no qual, muitos discursos de amor e de inclusão têm sido levantados pela igreja e pelo mundo, mas não consigo uma melhor história de um amor que vá além das palavras do que a que é relatada em João 8.1-11.

Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras. E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se, os ensinava. E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra. E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela. E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra. Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio. E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.
(João 8.1-11)

Sempre que eu ouço a história bíblica da mulher adúltera que foi levada para Jesus para ser apedrejada eu não consigo imaginar um Jesus omisso, mas você vai me dizer “mas Jesus não foi omisso, Ele falou que quem não tivesse pecado que atirasse a primeira pedra”. Concordo com você, mas se Ele apenas tivesse proferido tais palavras seria como alguém que faz um discurso, mas omite a sua ação.

Na minha visão ELE FALOU NA FRENTE DELA, a protegendo, porque se alguém ousasse jogar uma pedra Ele estaria bem ali, na frente dela, a protegendo! Demonstrando o quanto Ele a amava! Jesus não se importou com o que os religiosos iam falar Dele! Ele não ligava nem um pouco para isso e porque muitas vezes, nós, como igreja, representantes de Cristo na Terra, temos nos importado com o que os outros vão pensar em vez de agirmos em compaixão como Cristo agia?

A lei condenava aquela mulher! O amor se importa mais com a mulher do que com o seu erro! A lei ampliava o seu erro acima de sua personalidade, o amor mostra para ela que a vida dela vale muito e que o que ela faz não é parte da sua natureza!

Quantas vez como igreja temos sido muito mais “aplicadores” da lei do que representantes do amor de Cristo?

Você já parou para pensar em quantas vezes temos palavras de amor, mas atitudes que as cancelam? O amor de verdade se coloca na frente para proteger aquele que está desprotegido, aquele que não consegue se defender. O amor se move em favor de quem precisa! O amor vai além das palavras!

Somos representantes do amor de Deus e, se nós não o representarmos em sua plenitude quem é que irá representá-lo? Deus deseja se manifestar para as pessoas através de nós, mas Ele só pode fazer isso quando nos desarmarmos de nossos achismos e preconceitos e seguirmos os princípios da Sua Palavra!

Discurso de amor sem atitude correspondente é hipocrisia e, hipocrisia fede para Deus e para os homens! Que a gente viva o verdadeiro amor de Deus para que o mundo possa ser alcançado por Ele!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!