Verbo FM

Não torne a unção inútil

MONALISA-OK
Monalisa Peixoto
Graduada do Rhema

Somos a geração do avivamento. Temos fome e sede de Deus, de participar do mover do Espírito, de ser usados nos dons e ver os sinais e prodígios se manifestando. Somos ungidos e queremos ainda mais unção sobre nossas vidas. Mas quais resultados estamos apresentando a Deus?

Unção é a capacitação que vem de Deus para FAZER alguma coisa. Em Lucas 4:18-19 registra quando Jesus leu a passagem do profeta Isaías que dizia “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu PARA pregar o Evangelho aos pobres. Ele me enviou para proclamar a libertação dos aprisionados e a recuperação da vista aos cegos; para restituir a liberdade aos oprimidos, e promulgar a época da graça do Senhor”. E ao lermos os evangelhos, podemos ver relatos de tudo isso acontecendo.

Jesus foi obediente e diligente com aquilo para o qual foi chamado. Ao completar seu tempo, foi batizado nas águas e começou a fazer o que o Pai tinha preparado para ele: ensinar todos os dias no templo, curar leprosos, expulsar demônios e treinar os discípulos. Jesus não tornou a unção inútil!

Outro exemplo é Paulo, que depois de um encontro com Jesus no deserto, teve uma revolução em sua vida. De perseguidor, passou a ser perseguido, por causa da obediência e da responsabilidade em cumprir aquilo que Deus tinha o chamado. Deus fala com Ananias e diz “Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.” (Atos 9:15). Deus escolheu Paulo para realizar um propósito, e por isso derramou a sua unção sobre ele. Por diversas vezes Paulo fala em suas cartas sobre a graça e sobre não tornar a graça inútil. Ao ponto de até na fraqueza ele se alegrar, porque tinha a consciência que o poder de Deus se aperfeiçoava nele.

Mas imagine se Jesus simplesmente tivesse vivido uma vida comum de carpinteiro ajudando José? Se Paulo continuasse fazendo suas tendas e deixasse de anunciar o evangelho? Como seria? Talvez seja o caso de alguns hoje, que mesmo sabendo para o que tem sido chamados e capacitados por Deus, permanecem nos mesmos hábitos comuns. Não estou falando que é preciso largar tudo e tomar uma atitude precipitada para chegar ao que Deus estabeleceu pra você. Para tudo existe um tempo. Mas se você não está respondendo ao chamado de Deus ainda no tempo de preparação, como irá completar a carreira?

Por que desejar a unção que está na vida das pessoas se com a que está na sua vida você não se movimenta?

Certa vez ouvi que “água parada só serve de abrigo para mosquito”, mas água corrente leva vida por onde passa! O que você tem feito com a unção que está sobre sua vida? Você tem sido fiel onde Deus te colocou? Que cada vez mais possamos estar atentos ao tempo e as estações, não tornando a graça e a unção inúteis, mas correndo a nossa carreira.

Não apagando ou desconsiderando a presença no Espirito Santo, mas sendo guiados e correndo em direção ao alvo, sabendo que aquele que começou a boa obra em nossas vidas há de completá-la até a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo! Quando Deus te capacitar para alguma coisa, mesmo que pareça que nada mudou, ouse dar o primeiro passo. Não torne a unção inútil.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!