Verbo FM

Protocolar x sacrificial

giovanna lima
Giovanna Lima
Integrante dos Jovens em Pedra de Guaratiba-RJ

“E questionam: ‘Por que jejuamos regularmente se tu não o reparas? Temos mortificado e humilhado sobremaneira as nossas almas e tu não tomas conhecimento de tudo isso?’ A razão está em que, no dia mesmo do vosso jejum, correis atrás dos vossos próprios desejos e negócios, assim como também explorais os vossos trabalhadores.(…) Não, nada disso! O jejum que desejo não é este: que te liberte das amarras da malignidade e da injustiça; que desfaças as ataduras da opressão, que ponhas em liberdade os oprimidos, e que despedaces todo o jugo?” (Isaías 58: 3 e 6)

Nesses versículos Deus corrige os judeus da época porque ao invés de fazer o jejum da forma que Ele tinha ordenado, estavam usando o dia separado para resolver suas próprias coisas e agindo sem reverência. No v.6 Ele fala sobre o que tinha proposto para o tempo em jejum daqueles servos.

Aprendemos muito com essa situação! Deus não está preocupado com uma postura protocolar em relação a sua palavra, muito pelo contrário. Não tem a ver com uma lista de regras, com o que pode ou não pode. Não é sobre as aparências. Deus está preocupado com a disposição do nosso coração.

Parecia que estava tudo certo com aqueles judeus, eles faziam o jejum, mas não faziam da forma certa. Como estava proposto no coração de Deus! Porque tinham tornado o serviço a Deus uma obrigação, e não algo que faziam por amor a Ele.

Ler a Bíblia, orar, servir o corpo local, deixa de ser algo feito por amor quando é uma obrigação. A intenção do Pai não é que leiamos sua palavra para encontrar desculpas para as decisões que tomamos ou os caminhos que escolhemos. É ler a palavra por querer saber a opinião de Deus em cada assunto.

Orar, ler a Bíblia, não pra dizer por ai ou postar nas redes sociais. Os momentos de sacrifício que oferecemos a Deus são pra sermos moldados, para sermos afetados pela verdade da palavra. E quando, no versículo 6 Ele fala o propósito do sacrifício, Ele revela mais uma vez o seu coração: Pessoas.

O coração do Pai quer que nos sacrifiquemos porque tem prazer em estar conosco, mas também para que possamos estar habilitados a afetar pessoas! O nosso coração não pode estar apenas no que podemos receber como recompensa, mas em quantas vidas podem ser mudadas através das verdades que nos mantém.

Não se engane! Se é protocolar, não é sacrifico. Temos que alinhar a cada dia o nosso coração ao propósito do coração do Pai, esse é o primeiro passo. Aprender a buscá-lo só por Ele e por mais nada, não pelo que Ele tem, mas por quem Ele é! Que o protocolar nunca substituía o sacrificial em nossas vidas! Que o amor a Deus continue movendo nossos passos! Tudo é Dele, por meio Dele e para Ele!

“Quando fizeres assim, então a tua luz resplandecerá como a alvorada, e prontamente surgirá a tua cura; a tua retidão caminhará adiante de ti, e a glória do Senhor guardará a tua retaguarda.” ( Isaías 58:8)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!