Verbo FM

Seja o socorro de Deus!

Cintia Angra
Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema

Alguma vez na vida você já esteve com um parente no hospital? Talvez, tenha sido seu filho, pai, mãe ou irmã… Só quem já passou por isso sabe o quão doloroso é vivenciar essa situação. Mas, ao invés de falar do que o diabo fez e do que isso ocasionou, quero refletir sobre o amor de Deus em ação através da vida de nossos irmãos.

Meu pai tem 84 anos e posso dizer que ele sabe o que é ter vida em abundância. Diferente de muitos jovens ou adultos, ele não conhecia o sedentarismo. Pedalava cerca de 6km por dia e tinha uma vida ativa até o começo de janeiro, mas infelizmente um acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) o afetou negativamente, deixando algumas sequelas que cremos que vão passar, pelo poder do nome de Jesus.

Aqueles dias, idas e vindas do hospital, teriam sido insuportáveis, não fosse o amor de Deus manifestado através de nossos irmãos. Foram várias mensagens, algumas ligações e ajudas pontuais que fizeram toda diferença. Em cada uma delas, Deus nos mostrava que era socorro bem presente no momento da angustia (Salmo 46.1).

Morando muito perto do hospital, uma antiga vizinha saiu de sua rotina naquele domingo sombrio e iluminou nosso dia ao preparar um delicioso almoço para minha família. Já outra irmã, que há anos atrás havia morado em nossa cidade, deixou os três filhos e foi até o hospital dar um abraço em minha mãe, enquanto eu resolvia o que precisava. O alívio que elas trouxeram jamais será esquecido por nós.

Uma das irmãs que nos abençoaram foi além. Já haviam passado quatro dias desde que meu pai saíra do hospital. Depois de vivenciar um dos momentos mais assustadores de nossas vidas, tínhamos que voltar à rotina, pois o trabalho e afazeres de casa tinham se acumulado. Então, naquele dia tudo o que eu queria era descansar, mas eu tinha uma faxina a fazer. Com o desejo de ir passar umas horas com meus pais, decidi abrir a geladeira e juntar todos os potinhos de comida e só esquentar para o almoço. Não era o que eu queria, mas dei graças ao Senhor e decidi descansar mais uns minutos antes de continuar. Foi quando, uma vizinha, cheia do Espírito Santo, me mandou uma mensagem avisando que sentiu que eu estava cansada e que por isso me enviaria o almoço. Amados, eu não tive como negar. Era, mais uma vez, o amor de Deus em ação. Era incontestável! E o almoço veio: delicioso, caprichado, com salada a parte e ainda com sobremesa.

Cada uma dessas ações nos mostraram o amor de Deus e nos fortaleceram de uma forma que só o Senhor seria capaz. E eu não poderia deixar de compartilhar. Não só para glorificar e agradecer a Deus, mas também para deixar o alerta que precisamos ser como cada um desses irmãos. Eles saíram da rotina, se esforçaram e dedicaram tempo, despretensiosamente, para nos abençoar.

O que preciso frisar é a importância de sairmos da promessa e praticarmos o que falamos, o que pregamos e o que aprendemos em nossa caminhada cristã. Precisamos ir além das frases “eu vou orar por você”, “vou te visitar”, “se precisar de ajuda, conte comigo” e DE FATO orarmos, visitarmos e ajudarmos quando for necessário.

Quando Jesus disse “vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei”, nosso Senhor via cada um de seus discípulos (eu e você) dando o abraço apertado, a mão estendida, a palavra de ânimo e ajuda que Ele mesmo daria se estivesse naquele lugar. Aliás, foi isso que Jesus disse em Mateus 25.34-40, explicando quem eram os benditos do Pai:

“Eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’. “Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos? Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar? ’ “O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’”

Saia da promessa e faça! Seja o socorro presente de Deus, fazendo cada uma dessas coisas. Não faça somente quando alguém estiver no hospital, faça depois também. Faça visitas alimentando a fé e levando alegria. Cada uma delas nos fortaleceu e tenho certeza que abençoar as vidas onde você mora.

Que eu e você sejamos socorro de Deus na vida de quem precisa, superabundando amor, onde o diabo quer deixar marcas de dor. Eu vi e provei e posso dizer que: O amor sempre vence!

1 Comentário

  • Que mensagem mais linda!
    Parabéns pela sensibilidade em transmitir o que realmente significa o amor ao próximo. Abraço 🤗

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!