Verbo FM

 Somos excelentes!

12687917_1105002906198928_6989226020909196694_nGabriella Kashiwakura

Graduada do Rhema

Sim, você leu certo; este é o título desta mensagem! Somos excelentes! Pelo menos, deveríamos ser! Uma pesquisa rápida no dicionário nos revela que o significado do termo se relaciona à “inigualável”, “agradável”, “com ótima qualidade”. Ou seja, aquele que possui excelência.

Mateus 5: 13-14 nos mostra que somos o sal da terra e a luz desse mundo. Dessa forma, nossa luz deve brilhar diante dos homens, afim de que nosso Pai seja glorificado; devemos ser exemplos, revelando o caráter de Deus por meio de nossas ações. Uma luz não é intensa se não tiver foco; você não se torna um exemplo se for medíocre. Um comportamento mediano não te levará a planos mais elevados, níveis mais altos ou a águas mais profundas. Uma luz que se esconde debaixo de um balde virado não serve para nada.

Pegue uma vela e uma boa lanterna e entre em um quarto escuro. Qual tem maior capacidade de alcance? Certamente, aquela em que a luz brilha com maior estabilidade! A estabilidade advém da obediência, da força, do foco, da persistência, do autocontrole e, sobretudo, da disciplina; devemos manter uma vida tão organizada e uma conduta tão digna, a ponto de outros não conseguirem encontrar embasamento para apresentar acusações contra nós. Mediante tal requisito, você pode argumentar: “sou uma pessoa certa; na igreja sou uma benção!” Porém, nossa excelência se resume apenas a quando estamos na igreja?

Não existe essa separação entre “vida secular” e “vida espiritual”. Existe apenas uma vida: a vida com Deus – a que compreende tudo o que fazemos diariamente, desde o despertar até o deitar. Sua excelência não se limita somente ao que você faz quando está na igreja, aos momentos em que você acha que todos te observam, às situações que você julga importante ou às pessoas que você acha que merecem a sua gentileza. Não se engane! Sua excelência deve se sobrepor ao seu “achar”; a todo instante, pessoas te observam, em todos os lugares. Não há desculpas; não há exceções.

A sociedade quer ver cristãos que levem uma vida honesta e transparente, ou seja, pessoas que cumpram seus compromissos e que possuam verdade e fidelidade em suas palavras. A estabilidade não é obtida a partir de pequenos momentos fragmentados; ao contrário, é alcançada por meio de um comportamento irrepreensível em todo lugar. Como você pretende ser uma “benção” se não desempenha um bom papel no seu emprego, se não cumpre os prazos na faculdade, se não respeita autoridade, se não ajuda quem requisita seu suporte? Atitudes importam, e sua excelência advém de sua decisão de sempre tentar fazer além. Desenvolva a mentalidade de que seu desempenho deve refletir a natureza divina; natureza, esta, que é inigualável, incomparável, abundantemente boa e agradável.

A Bíblia é bem enfática ao abordar sobre conduta. Em Tito 2:7-8, está escrito: “Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade; use linguagem sadia, contra a qual nada se possa dizer, para que aqueles que se lhe opõem fiquem envergonhados por não terem nada de mal para dizer a nosso respeito”. 2 Timóteo 2: 15 diz: “Concentre-se em fazer o melhor para Deus; trabalhe direito, para não ter do que se envergonhar” (A Mensagem). Vemos, também, dentre várias, as histórias de José e Daniel – exemplos de fé, perseverança e excelência.

José, mesmo tendo sido vendido como escravo, possuía integridade em seu caráter, a ponto de Potifar o ter nomeado como seu auxiliar pessoal, deixando todos os seus assuntos pessoais sob a responsabilidade de José – “Vendo Potifar que o Senhor era com ele e que tudo o que ele fazia o Senhor prosperava em suas mãos, logrou José mercê perante ele, a quem servia; e ele o pôs por mordomo de sua casa e lhe passou às mãos tudo o que tinha” (Gênesis 39: 3-4).

Daniel, mesmo servindo a reis que não acreditavam em Deus, manteve uma postura de excelência nos cargos que exercia, a ponto dos outros governantes não conseguirem encontrar ocasião que pudesse servir de base para acusá-lo de coisa alguma – “Então, o mesmo Daniel se distinguiu destes presidentes e sátrapas, porque nele havia um espírito excelente; e o rei pensava em estabelecê-lo sobre todo o reino” (Daniel 6: 3). Daniel continuou sendo fiel a Deus, ao mesmo tempo em que não faltava com seus compromissos para com o reino.

Se ser excelente é uma decisão, então, vemos que ambos decidiram se tornar servos fiéis e confiáveis, apresentando condutas irrepreensíveis e cumprindo com seus deveres. Se eles tivessem decidido fazer o mínimo possível para não serem castigados, não teriam se tornado exemplos, pois servos com tal mentalidade, infelizmente, ainda são a maioria. Não devemos ser da maioria; devemos ser muito além da média.

Notemos, também, que esses grandes homens citados não esperaram atingir altos cargos ou situações plenamente favoráveis, para se mostrarem eficientes. Eles aproveitaram as situações em que se encontravam, para revelar a natureza de Deus em suas atitudes. Se José tivesse esperado se tornar governador do Egito, ele, provavelmente, teria morrido na prisão. Se Daniel tivesse esperado um rei que adorasse a Deus, para ter respeito à autoridade, provavelmente, teria sido jogado na cova dos leões e sido devorado antes mesmo de chegar ao fundo da cova. Portanto, não espere o amanhã, para ser diligente; ele pode não chegar, por um erro de conduta que você cometeu hoje.

Se você é a luz do mundo e o sal da terra, como pode querer ser medíocre? Pessoas que desistem com facilidade não constroem nada duradouro. Tenha foco e perseverança! Decida ser fiel no “pouco”; isso servirá de base para o seu crescimento. Servirá de fundamento para alcançar posições mais altas ou mais profundas. Você não precisa estar em uma posição de destaque para revelar a excelência de Cristo que está em você. Sua excelência não se resume, apenas, a situações favoráveis, à igreja ou a momentos oportunos – se só se resumir a isso, tenha certeza que você não está sendo excelente! Ao contrário, como um representante de Cristo, como um propagador do Evangelho, sua luz deve brilhar em todo lugar.

Aproveite o hoje; aproveite as situações cotidianas; aproveite o seu emprego; aproveite sua faculdade; aproveite todos os momentos, para revelar o seu diferencial, sua diligência, sua responsabilidade, seu comprometimento, sua fidelidade, sua disciplina, sua excelência. Seja excelente!

1 Comentário

  • testo extremamente edificante, que leva a pessoa a refletir em seu modo de agir e querer andar de forma excelente. Muito bom, continue avançando, Gabi.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!