Verbo FM

Você o escolheria?

Wivian Klart
Graduada da Escola de Ministros Rhema

Certo dia, vi uma reportagem sobre adoção de filhos na televisão. Dentre muitas coisas que me emocionaram, uma me chamou a atenção: A decisão de escolher alguém até então desconhecido para amar.

Na ocasião, vi a história de um casal que adotara 8 crianças e todas em situações precárias. Fiquei pensando e chorando por horas sem conseguir entender que tipo de amor era aquele. Em meio aos meus questionamentos, o Espírito Santo me fez pensar numa cena. Não sei você, mas às vezes, essa é uma forma dEle falar comigo, através de sonhos, parábolas, enfim.

Ele me levou a uma cena e, nela, eu chegava numa casa de adoção. Lá haviam várias crianças e uma mulher me apresentava a todas elas, me falava detalhes de personalidade, cor de pele, tamanho, idade e a maioria parecia muito “boa”. Era como se ela estivesse fazendo uma propaganda das crianças – no bom sentido. Ela ia me apresentando para que eu pudesse escolher de qual eu iria gostar, já que deveria adotar apenas uma.

Antes de terminar as apresentações, ela me mostrou a última criança, que estava um pouco dispersa. Esta ainda não falava tudo, o que dificultava um pouco a minha busca por conhecê-la. Também tinha algumas dificuldades com alimentação, o que causava um trabalho enfadonho para aquelas cuidadoras. A criança ficava irritada quando tentava explicar o que estava sentindo e ninguém a entendia.
 
Gostava de comer feijão quase sempre e, nas festas de aniversário, levava pipoca de casa, sem manteiga, para não ficar dodói. Ela era uma criança carinhosa e amava correr rápido. Sua brincadeira preferida era sentir cócegas e amava pedras.
 

Ao final daquela apresentação, a mulher me perguntou se eu já havia decidido. Saí imediatamente da cena e vim para a vida real sem a resposta. Em mais lágrimas ainda, eu vi aquela criança, que é Pedro (meu filho), dormindo nos meus braços. Aquela voz doce do Espírito me perguntava: Você o escolheria?

Nesse dia, entendi o Seu amor por mim. Me escolheu mesmo com todas as minhas limitações e imperfeições. É esse amor que nos capacita a amar os imperfeitos e adotarmos o desconhecido.

“Te amei com amor eterno, com amor Leal te atraí pra Mim” (Jeremias 31.3b)

*Texto retirado do Site da Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande-PB 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!