Mover do Espírito marcou a Conferência Profética em Campo Grande (RJ)

Postado em
1

As manifestações do poder de Deus fazem parte da vida de um cristão que vive a plenitude do Evangelho. Entendendo a importância disso e a relevância do chamado profético para a obra de Cristo, a Igreja Verbo da Vida em Campo Grande (RJ), realizou mais uma Conferência Profética.

O evento acontece todos os anos e já teve como preletores a ministra Jannayna Albuquerque e o ministro norte-americano Brad Flook. Na edição mais recente, foi a vez de Manoel Dias, membro da diretoria do Ministério Verbo da Vida e professor da Escola de Ministros Rhema.

No primeiro dia de evento, após o momento de música e adoração, Manoel Dias falou sobre a importância da Palavra profética. Partindo do texto de Provérbios 29.18, o ministro apresentou três cenários do relacionamento com o profético: ausência, onde não há profecia; o fluir pleno do profético, onde a unção profética é abundante e livre no meio do povo; e o ambiente de excessos, onde se extrapola o que Deus falou. 

“Um dos papéis da unção profética é nos levar a desenvolver essa sensibilidade de sermos guiados. Que não seja uma doutrina morta ou um livro, mas que seja uma experiência nas nossas vidas”, enfatizou o preletor. 

O ministro também tocou no tema da unção profética na música, citando a história do rei Davi como um exemplo:

“É possível fluir no profético por meio da música, mesmo sem ter algum chamado ou talento musical, uma vez que a adoração está no coração e não é restrita aos músicos da Igreja […]. Há algo na adoração e na música ungida que nos fará entrar em ambientes proféticos”, declarou.

O primeiro dia foi encerrado com um grande mover do Espírito sobre a igreja. Já o segundo dia de conferência, contou com um seminário para os ministros de música, realizado pela cantora Camila Dias. Na oportunidade, ela falou sobre a importância desse ministério na igreja, trouxe a visão do Verbo da Vida e como essa mesma visão deve ser expressa através do período música. Assuntos como: compromisso, dedicação e aperfeiçoamento, foram destacados, junto a outras temáticas. 

O Senhor habita no meio dos louvores. A adoração é como um catalisador que transforma o ambiente natural em sobrenatural!”, ensinou Camila.

Na segunda noite, Maneco destrinchou ainda mais sobre o ambiente profético e as mudanças que podem ser proporcionadas por essa unção. Além disso, a junção do dom profético com a Palavra de Deus também foi um tópico abordado nesse dia. 

O ministro explicou como um ambiente profético pode proporcionar mudanças na maneira de agir, trazendo uma rejeição a tudo aquilo que não é agradável a Deus; seja ao pecado ou a outras coisas que impedem a realização do Seu plano. Ele falou que isso torna os adoradores sensíveis ao conhecimento da Sua vontade, prontos para receberem instruções do Senhor.

Após a ministração da Palavra, a Igreja, mais uma vez, foi tomada por um ambiente de adoração e mover no Espírito Santo. Várias palavras de sabedoria e conhecimento a respeito da igreja, e específicas para pessoas que estavam presentes, foram liberadas. A conferência foi encerrada com muita alegria e com os corações cheios de gratidão pelo que foi derramado sobre todos neste evento. 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA