Verbo FM

Dias inspirados na Conferência Profética na Asa Sul em Brasília-DF

CP1 (5)Esse último final de semana, foi realizada a Primeira Conferência Profética da Igreja Verbo da Vida Brasília – Asa Sul, com a presença do pastor Railson Gelffson e dos ministros Jonathas Nacaratte e Duda Oliveira.

No primeiro dia de Conferência, a ministra Duda Oliveira falou sobre a necessidade de nos levantarmos por dentro e nos comportarmos como homens espirituais. Em Habacuque 2.14, está escrito: “Pois a Terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar”. O conhecimento da glória de Deus encherá a Terra. Deus conta com a Igreja, para que toda a Terra entenda Seu plano perfeito.

Conforme vemos em Gênesis, desde a fundação do céu e da Terra, tudo coopera para a plenitude do homem. Quando Deus modelou o homem, tudo foi feito de forma cuidadosa, com todas suas necessidades supridas, para que vivesse em abundância. Devemos, portanto, ser bons mordomos, cuidando com excelência de tudo aquilo que nos foi dado por meio de Jesus. Quando nos movemos em obediência, nós glorificamos a Deus. É necessário nos atentarmos a essa responsabilidade.

Não somos juízes de ninguém. Em Lucas 7.36, Jesus falou sobre dois tipos de pessoas: uma pecadora e um fariseu. A Palavra nos mostra que Jesus morreu por todos. Tiago 2.1 nos mostra que não devemos fazer acepção de pessoas, uma vez que, onde o pecado abundou, superabundou a graça. Devemos ser obedientes à Palavra. “Se você está buscando resposta, seja uma resposta para alguém!”, aconselhou a ministra. Não há justificativas para não andarmos em amor.

Ainda no primeiro dia, Railson Gelffson ministrou sobre a importância de atentarmos para o que já está dentro de nós. “Se você atentar ao externo, você não desfrutará as coisas de Deus. É por dentro. As direções são discernidas por dentro”, declarou o ministro. Nós nascemos de novo; no entanto, se não soubermos discernir, no espírito, qual área está debilitada dentro de nós, Ele não conseguirá operar de forma satisfatória. Se Deus nos fez para termos comunhão com Ele, Ele quer uma comunhão plena. E, aqui, reside a função do profeta da Nova Aliança: guiar a Igreja na Palavra de Deus.

CP1 (2)Toda a profecia, tanto na Antiga quanto na Nova Aliança, é carregada de dois princípios básicos: o efeito e a causa. Muitas pessoas só se atentam para o efeito; no entanto, sem uma vida ajustada, as bênçãos de Deus não podem nos alcançar.

Conforme apresentado em II Pedro 1.19, a Palavra trazida pelo profeta vem trazer luz na escuridão. Portanto, seremos confrontados pela revelação que os cinco dons carregam. O conhecimento da Verdade nos confronta! Os cinco dons trazem maturidade e crescimento para a Igreja. Devemos aprender a honrar as diferentes unções que operam nos cinco dons.

Na primeira ministração do segundo dia, desfrutamos de um momento de direcionamento. Por meio da ministração do ministro Jonathas Nacaratte, a igreja ouviu Palavras enviadas diretamente do Espirito. O ministro falou que o Espirito virá como um vento impetuoso, com violência, nesses últimos dias, conforme está escrito em Atos 2.2.

Quando a Igreja considerar o motor que está dentro de si, forças extraordinárias surgirão. Ele nos deu espírito de ousadia e não de medo. Devemos seguir o Espirito, e forças extraordinárias fluirão de dentro de nós. “A parte da Bíblia que funciona é aquela que acreditamos!”, advertiu o ministro. Não é o mundo que patrocinará a Igreja; somos nós. O caráter íntegro atrairá o recurso necessário para que possamos desfrutar daquilo que Deus nos chamou para viver! O problema da Igreja, hoje, é a falta de entendimento sobre o amor do tipo de Deus.

Deus nos fez para triunfar. Somos chamados para ser a Igreja do Amor. Fomos chamados para dar suporte com amor. Portanto, não devemos nos comparar com o mundo. Devemos honrar a unção que opera nos outros. À medida que honramos, nos tornamos aptos para crescer e amadurecer.

Na segunda parte do culto, foi a vez do profeta Railson iniciar sua ministração, falando do seu receio sobre as pessoas estarem tão ansiosas com o material que não atentam para a volta de Cristo. “A ansiedade nos afasta da posição de fé. A fé nos aproxima da vontade de Pai. À medida que estamos cheios da Palavra, o Espírito nos sustenta“, ensinou ele.

Em Filipenses 2.5, vemos que Paulo nos exorta a andar no mesmo sentimento de Jesus. Jesus veio ao mundo não para fazer a sua própria vontade, mas para fazer a vontade do Pai. Os sentimentos que regavam o coração de Jesus estavam firmes na Palavra do Pai. Ele teve consciência de quem era através da Palavra. Jesus veio ao mundo como homem; portanto, lidou com as situações que enfrentou por meio da Palavra.

CP2 (22)Precisamos fazer como Jesus e andar nos mesmos sentimentos dEle. Se fizemos isso, nos desapegaremos das questões do dia-a-dia. Precisamos ter os olhos fitos no Pai, assim como Estevão, quando foi apedrejado. Se tivermos convicção na Palavra, conseguiremos correr com mais velocidade nos planos de Deus para as nossas vidas.

A Conferência foi um sucesso. Todos os presentes foram edificados na Palavra, a respeito das instruções de Deus para suas vidas. Sobre a importância de se realizar uma Conferência Profética, a ministra Duda Oliveira abordou que “algumas pessoas sentem que, com a Nova Aliança, não precisamos mais dos profetas, pois temos o Espírito Santo. É verdade que não devemos esperar sermos guiados por profetas; entretanto, tal ofício vem para confirmar uma direção que o Espírito já nos deu”.

“Quando o Senhor nos chama para uma conferência profética, Ele quer despertar Sua Igreja para a próxima fase”, acrescentou Jonathas Nacaratte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!