Em Brasília-DF, conferência edificou jovens e adolescentes

Postado em
0

A Igreja Verbo da Vida na Asa Sul de Brasilia-DF realizou a Conferência “Atendendo ao Chamado”, organizada pelo departamento de jovens e adolescentes “US” (Um Só). Como preletores, o evento contou com a participação de Jonathas Nacaratte e Jefter Mafer, missionário do Verbo da Vida no Japão.

Na abertura, a equipe de teatro do US abriu a conferência com uma peça sobre os desafios que um jovem encontra quando decide seguir seu chamado, com a lição de que não importam as circunstâncias enfrentadas na caminhada, é necessário ter no coração que Deus está sempre presente.

Em seguida, o missionário Jefter trouxe uma reflexão sobre o chamado de Deus, iniciando com os seguintes questionamentos:

“Você está pronto para atender ao chamado quando Deus Ele lhe chamar? Ou você só vai atender quando estiver com vontade?”

Ele trouxe o entendimento de que, por vezes, o descobrimento do chamado vem de onde menos se espera. O ministro também citou os exemplos bíblicos de Barnabé e Timóteo, homens que possuíam corações disponíveis para cumprir com excelência aquilo que Deus os havia chamado para fazer.

Jefter afirmou que Barnabé era conhecido como o filho do encorajamento, pois sua missão era a de encorajar pessoas no chamado de Deus para elas. Ele foi um grande impulsionador para o começo do ministério de Paulo. Por outro lado, Timóteo, mesmo introspectivo e com debilidades físicas, foi um grande auxiliador para o ministério exercido por ele. Ambos possuíam habilidades distintas, mas eram desejosos por cumprir aquilo que Deus havia colocado em seus corações. 

Na manhã do sábado, Jonathas Nacaratte trouxe o ensinamento de que é importante concordar com o plano de Deus.

“Muitas vezes, entendemos o propósito, mas tentamos vivê-lo de acordo com nossos próprios planos. Devemos sempre ser guiados pelo entendimento de que, por fazermos parte de um Corpo, Deus possui um plano específico para cada um de nós”

Jonathas continuou falando que Deus quer guiar seus filhos em direção ao pleno amadurecimento. Ele quer vê-los vivendo no Seu extraordinário e afirmou que os dons não podem estar enterrados; precisam estar em movimento.

Na manhã de domingo, Jonathas abordou sobre a distração como inimiga da unção. Deus é o Bom Pastor; sem Ele, nada é possível fazer. Dessa forma, é preciso se envolver com Cristo para que os planos de Deus se manifestem. “Deus quer que nós cresçamos e amadureçamos; no entanto, quando O tiramos do centro de nossas vidas, paramos de crescer”, exortou ele.

O ministro também relembrou que a definição de sucesso é o cumprimento daquilo que Deus chamou cada um para fazer. Quem medirá o sucesso não são as pessoas, mas o próprio Deus. É necessário, portanto, sair do básico e entrar em um novo nível que Ele tem para todos individualmente.

À noite, o missionário Jefter falou sobre a lei da semeadura e da colheita: “Deus nos deu tempo, recursos e talentos, para que pudéssemos servi-Lo. É importante cuidar sobre o que fazemos com as sementes que nos foram dadas, pois colheremos o que plantarmos”

Neste evento, chamados foram despertados em uma atmosfera propícia para os dons que Deus já depositou em cada jovem e adolescente. Eles entenderam que é o Senhor quem possui a capacitação para que cada um cumpra sua missão no corpo de Cristo. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA