Verbo FM

Louvor e adoração na Palavra

Havi Janduey

Graduado do Rhema em Pinheiros, SP, Aluno do Rhema Bible Training College (Tulsa)

Olá! Venho mais uma vez escrever a você aqui no portal, porém escrevendo de um lugar totalmente diferente. Em Agosto deste ano, me mudei para os Estados Unidos a fim de estudar na Escola de Adoração Rhema.

É um dos cursos do terceiro ano disponíveis aqui em Tulsa. Aliás, a partir desse ano, a escola passou a se chamar Rhema Bible Training College (Faculdade de Treinamento Bíblico Rhema), devido a decisão das autoridades locais por possuir mais de um curso, de primeiro a quarto anos. Eu tinha no meu coração o desejo de vir para cá desde 2009, quando ocorreu minha primeira visita ao país.

Fui trabalhando gradativamente desde então para que quando estivesse 100% preparado, tanto espiritualmente como mentalmente e, claro, financeiramente, nada pudesse me parar. E assim aconteceu. Quando temos a certeza que estamos cumprindo a vontade de Deus nada pode nos parar. Tudo que eu coloquei no meu coração para acontecer quando aqui estivesse, aconteceu, está acontecendo e creio que surpresas maravilhosas ainda virão. Está sendo ótimo.

Estudar de segunda a sexta me faz voltar no tempo. Ah, como eu amo isso. Tenho aulas teóricas de música e também aulas ‘gospel’ como eu costumo chamar. E o curioso é que quanto mais eu escuto, mais eu penso: Como não percebia isso antes. Há muito mais no louvor e adoração do que se pensa. É tudo muito bem organizado. Claro, vem de Deus e eu simplesmente não consigo imaginar um Deus desorganizado.

O louvor e adoração estão presentes em toda a Palavra. Não está especificamente descrito assim, mas está lá. No momento da salvação, na nossa redenção, já começamos a demonstrar um sentimento de adoração e louvor. Começamos a reconhecer Deus como nosso Senhor e Salvador. Após isso, uma vida de adoração e entrega a Deus não só é requerida como também muito importante. Louvor e adoração não são apenas um espaço ou um momento em nossa vida, ela É a nossa vida.

Perceba que TODO MUNDO ADORA ALGO. Ateístas, Agnósticos, todos eles. As pessoas não cristãs sempre se perguntam: Porque estamos aqui? Qual o nosso propósito? Essa é a pergunta número um, tanto dentro como fora da igreja, a autovalorização.

Salomão na Bíblia passou por muitas experiências para saber o propósito de estarmos aqui. Algumas delas não tão boas, como se envolver com mulheres estrangeiras e consequentemente construir altares para adorar a outros deuses. Porém, em Eclesiastes vemos uma reflexão de tudo que ele passou e a sua conclusão.

No capítulo 12, ele fala que é bom se prender a Deus quando se ainda é jovem para que no futuro não haja sofrimento. Nos últimos versos ele conclui: “Tema a Deus e obedeça aos Seus mandamentos porque foi para isso que fomos criados. Nos teremos de prestar contas a Deus de tudo o que fizermos e até daquilo que fizermos em segredo, seja o bem ou o mal.” Não adianta se iludir com nada mais. Ele mesmo diz, tudo é ilusão. Coisas fúteis, pequenas. Não temos escolha. Fomos escolhidos para sermos adoradores de Deus. E é isso que somos.

Vamos tomar um exemplo. Quando gostamos de uma coisa, nos programamos para curtir aquilo. Então devemos nos programar diariamente, como estilo de vida, a estarmos sempre adorando. A quem estamos dando mais valor? É só seguir os rastros de como estamos tomando nosso tempo, em que estamos gastando nosso dinheiro ou até como estamos comendo, a quantidade etc.

Quando algo se torna maior do que Deus, mais valorizado na sua vida, isso se tornou um problema. Você acaba fazendo daquilo seu ‘deus’. Somos feitos a imagem de Deus. É o diabo que nos tira do foco de quem realmente adorar. Ele não liga se você adora um pacote de biscoito ou um filme ou uma joia  O que importa pra ele é que você não adore a Deus. Ele o faz porque queria estar no lugar de Deus. Faz por inveja.

Outra coisa que é importante ressaltar: A atitude do coração na adoração é algo muito importante. Deus é adorado quando damos valor real, apreciamos, admiramos e temos prazer Nele. A atenção da mente e a afeição do coração estão fortemente ligadas uma à outra. Efésios 1:3-5 nos mostra que Deus nos escolheu e teve prazer com isso. Ele nos ama e esse amor não vem por obrigação. Assim, do mesmo modo, meu amor e adoração a Ele devem ser além do dever. Eu devo me sentir animado em passar um tempo com Ele. É como receber flores só porque é uma ocasião especial, ganhar um presente porque é o seu aniversário, ou seja, algo premeditado e esperado pela outra parte. Deve incluir afeição, emoções verdadeiras.

Isto é um pouco de tudo que venho aprendendo aqui. Fora o que recebo três vezes por semana na Escola de Oração onde temos ensinamentos e momentos de comunhão com o Senhor com a ministra Leigh Ann Soesbee, que já esteve no Brasil ministrando na Conferência de Mulheres Verbo da Vida. Estou muito feliz com toda essa experiência que estou tendo e desejo que todos um dia possam vivenciar isso também, cada um no seu tempo e conforme o desejo de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!