Verbo FM

A Palavra da Fé está transformando a vida de presidiários no Paraguai

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (9)O missionário Alex Konig, residente no Paraguai com a sua família, tem realizado um trabalho maravilhoso na obra local. E também, tem avançado com atuações evangelísticas, como uma atividade que ele e uma equipe desevolvem em um presídio da cidade. nesta carta notícia, ele descreve como tem sido este trabalho e conta maravilhosos testemunhos. Confira abaixo:

Graça e paz irmãos,
Os trabalhos do Presidio no Paraguay, estão focados na reinserção dos reclusos a sociedade, o retorno a comunhão com Deus e ao convívio familiar. Temos dentro do presidio nacional Tacumbu uma sala de reunião, onde fazemos atendimento individual a cada recluso. Através do Evangelho levamo-os a compreender que as boas notícias de salvação afetam a eles e toda sua família. Nossas atividades são realizadas três vezes por semana, nos horários das 9 :00 ás 17:00 horas.

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (6)Quando chegamos ao Paraguai percebi que as drogas estavam chegando a níveis alarmantes e, nesse tempo ganhei para Cristo um irmão que tinha evangelizado nos presídios do Paraguai.

De dia e de noite o clamor daqueles jovens chegavam até meus ouvidos e, eu vi a necessidade de fazer algo a mais por eles, foi quando este irmão por uma benção divina foi nomeado diretor do maior presidio do Paraguai e me levou com ele para começar este trabalho, que realizamos hoje.

O interno tem uma carência gigantesca de AMOR E ATENÇÃO. Em cada reunião, conversamos com eles, os escutamos, compartilhamos momentos, que às vezes são simples para mim, mas para eles tornam-se um tempo precioso. Diante destes pequenos gestos e com a pregação da Palavra, eles têm refletido isso no convívio entre outros internos, dentro dos pavilhões, e já não existem mais brigas, nem drogas.

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (22)Gerou mudanças em suas vidas e isso tem refletido em suas famílias. Hoje, o domínio próprio, o fruto do espírito, uma vez ensinado, eles têm colocado em prática e, aqueles parentes que não os visitava, agora tem prazer em ir.

Um dos testemunhos marcantes foi de um interno que procurou a diretoria dizendo que iria matar uma pessoa, o diretor me enviou até ele. O próprio me disse que tinha feito um pacto com Satanás e que ele havia mandado matar um recluso, impressionante o poder da pregação do evangelho, o interno foi livre deste pacto e recebeu a Jesus. Hoje, ele trabalha na lavanderia do presídio e sua família vem visitá-lo.

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (12)Temos um famoso recluso, conhecido como o mestre do micro tráfico. Ele foi um dos traficantes mais temidos entre os próprios traficantes e dentro da instituição. Ele foi enviado a nossa capelania como último recurso de mudanças, com a ajuda da pregação do evangelho e o trabalho de aconselhamento segundo a bíblia, começou a aflorar um novo homem. Cheio de amor pela família, cheio de projetos e sonhos. Hoje, este homem tem sido um exemplo de conduta e transformação para a instituição, e chegou ao ponto de sua família nos procurar tão agradecidos pelo que Deus está fazendo na vida dele e me trouxeram um bode de presente, imagina isso, que nível de gratidão!

Hoje, conseguimos colocá-los em um pavilhão cristão, chamado pavilhão “Libertad” (liberdade), liderado pelo Chamorro, e no mês de Abril, eles irão se batizar. Como é bom ver a transformação na vida de cada um deles.

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (7)A base deste trabalho está em um dos artigos do código penal do Paraguai, que afirma que todo recluso tem direito a ajuda espiritual. E através desta nova descoberta, o evangelho possibilita a eles a olhar além dos murros cinzas da instituição e muitos estão se capacitando através de projetos educativos, para que ao sair tenha uma profissão. A palavra da Fé está trazendo um novo estilo de vida.

Uma das coisas que os carcereiros têm notado é exatamente isso, mudança de comportamento e bom relacionamento, se sujeitando com mais facilidade as normas estabelecidas.

2017_carta_noticia_alexkonig_marco (2)Ao saírem do presídio, pensam em congregar e manifestam o desejo de que quando voltar para as suas casas e cidades possam encontrar uma igreja que os recebam sem o esteriótipo de “ex-presidiário”. O programa de reinserção possibilita que o interno estude e se capacite para o seu retorno.

O diretor do Presidio Dr. Luis Villagra demonstra a sua alegria por ver pessoas, que eram consideradas pela sociedade e pela instituição como um “caso perdido”, e hoje, depois da exposição à Palavra ter suas vidas mudadas. A pregação do evangelho tem tranquilizado muitos internos e produzido um bem-estar para eles e para os guardas. Acredito que este trabalho será um modelo a nível nacional, vamos fazer história neste país, disse o diretor.

Eu me redescobri com este trabalho, antes pensava que podia fazer algo por eles e hoje, realmente faço. Vejo a cada dia a urgência de pregar o evangelho a eles, e posso ouvir aquele grito de Paulo: “AI DE MIM SE NÃO ANUNCIO O EVANGELHO, POIS A MIM ESTÁ IMPOSTA ESTA OBRIGAÇÃO”.

Este trabalho de aconselhamento tem levado até a capelania muitas pessoas e, cada história, cada transformação, tem nos afetado muito e nos levado fazer sempre mais por cada um deles, o mais interessante é que o trabalho está tomando forma e já começamos a fazer reuniões com os convertidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!