Deus em primeiro lugar: o amor divino vai nos levar às nações

Postado em
0

Na manhã deste sábado, fomos encharcados pelo amor que Deus tem pelas nações. Recebemos da unção que está sobre a vida dos missionários Tony Fleege e Rascen (nome fictício). Gustavo e Isabele Civelli, líderes da Secretaria de Missões da Igreja Verbo da Vida Sede, dirigiram a programação. 

ORE JPN
Assim como aconteceu nos primeiros dias, antes do início dos cultos, a programação conta com um período intenso de oração. Desta vez, os jovens foram levados a interceder pelo nosso país, especificamente, pelas autoridades e famílias brasileiras. Este tempo fervoroso aquece o ambiente e transforma a atmosfera espiritual. 

Na sequência, a sanfona tocou no JPN! Aliás, sanfona, zabumba e triângulo com a voz do misisonário Jônathas Romero, que está atuando em um projeto belíssimo no Sertão do Piauí. Ele conduziu o período de música na manhã deste sábado em um ritmo típico da região nordestina. Em outro momento, Jônathas animou o público a cantar um trecho de uma canção em espanhol.

MOMENTO MISSIONÁRIO
O primeiro momento do JPN de hoje destacou os projetos missionários de Natalia Costa, que está indo para Portugal nesta próxima semana, do casal Alex e Paula Escorel, que irá para o Estados Unidos da América, em breve, além da preparação que os interessados podem receber na Escola de Missões Rhema, que funciona, aqui em Campina Grande (PB).

Foi divulgado também que no próximo dia 15 de agosto, as inscrições para 2022 estarão abertas (clique aqui e faça sua pré-inscrição).

RASCEN – ORIENTE MÉDIO
Quem passou por todas as nossas Escolas foi uma de nossas missionárias de países de Acesso Criativo. Por uma questão de segurança pessoal, vamos guardar sua identidade. Ela é cearense, passou um tempo na Paraíba e, a atualmente, serve em outra nação. Rascen começou a ministração trazendo a definição e os tipos de “corrida”, tema desta edição do JPN.  

A missionária destacou alguns passos para que possamos correr a carreira que nos foi proposta. Um dos pontos é a preparação. Para ela, o treinamento na igreja local é fundamental, de lá levaremos uma bagagem que vai nos ajudar no campo. Outra questão abordada pela ministra foi a resistência

“Só vive o propósito quem suporta os processos.”  

A ministração continuou com alguns testemunhos e experiências pessoais. Rascen falou ainda da importância de aprender outro idioma, o que fará com que portas sejam abertas em outros países. Segundo ela, o cuidado em não negligenciar o chamado passa por essas coisas simples, sem esquecer de não soltar a Palavra, independente das circunstâncias.

Clique aqui e leia mais sobre esta poderosa mensagem.  

TONY FLEEGE
Thiago Garcia
, o primeiro secretário executivo do Ministério Verbo da Vida, traduziu a última ministração da manhã. Tony Fleege, misisonário na França, pregou em inglês e falou sobre o amor de Deus. Ele tem 30 anos de ministério, desde que se formou no Rhema, e afirmou que o que o mantém firme ao longo deste tempo é ter um coração faminto por Deus.

Esta é a chave que fará com que nos mantenhamos na corrida cristã. Segundo ele, se o seu desejo por Deus diminuir, o desejo por outras coisas vai aumentar. Todo dia temos essa decisão a fazer. Cabe a nós fazermos os ajustes necessários para não sair dessa posição e nos manter em amor.

“A linguagem universal não é o inglês, é o amor. Andar em amor é o que vai te levar para às nações.”

Sua fé vai operar quando você for amado por Deus, pois a Fé opera pelo amor, de acordo com a Bíblia. Quando você ama a Deus em primeiro lugar, você vai cumprir a sua carreira, quando você ama a Palavra de Deus e as almas. De acordo com Fleege, as pessoas não vão ao inferno por causa do pecado delas, mas porque não ouviram, se não ouviram, não podem crer, se não podem crer, não podem confessar.

Clique aqui e leia mais sobre esta poderosa mensagem. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA