Você diz o que Deus diz?

Postado em
0

por Mixto Lima (Aracaju -SE)
*Diretor do Centro de Cura local

Não perca tempo! Nós somos o “Centro de Cura” ambulante, fomos chamados para manifestar Cristo onde estivermos. Não fomos chamados para discutir teologia, mas para demonstrar o poder de Deus.

“(…) e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões(…)” (Isaías 53.4,5).

O que estamos dizendo é o que Deus está dizendo? Estamos declarando segundo o que a Bíblia diz ou segundo as nossas experiências? 

Doutrinas estão sendo criadas com base em versículos retirados do Velho Testamento, quando, na verdade, nós sabemos que o Velho Testamento apenas apontava para Jesus. São tantas pessoas com dúvidas a respeito de cura, enquanto as respostas se encontram todas em Cristo. A vida de Jesus é a resposta! “Ele é a imagem do Deus invisível”.

As pessoas estão tentando encontrar Deus na área de cura, mas Jesus veio à terra e expressou fielmente quem é Deus em qualquer área que imaginamos.

Por causa do nome de Jesus, nós podemos operar maravilhas. Você é discípulo de Jesus? Então, você também foi chamado para isso!

Você já orou por alguém e não houve resultado instantâneo no momento em que você orou? É frustrante! Eu não fico satisfeito, mas também não invento uma desculpa. Muitas vezes, as pessoas começam a impor as mãos sobre os enfermos e por que nada aconteceu, elas imediatamente pensam “eu não fui chamado para isso”; “isso não para mim”, criando suas próprias doutrinas. 

Diante da falta de resultados, Jesus diz em Mateus 17.17 “tragam o menino”, Ele não disse: “às vezes, Deus não quer curar”; “Deus é soberano, quando Ele quer, Ele cura, mas quando não quer, Ele não cura”; “Eu sei que Ele disse que cura, mas às vezes Ele não quer curar”. Isso não faz sentido. Jesus jamais falaria isso!

Existe uma ministra que tem provado de muitas curas, milagres e maravilhas e ela afirma: “Sabe por que tenho visto manifestações de Deus mais do que vocês? Porque eu imponho as minhas mãos”. É muito simples! Se você crê em cura, saia do seu quarto e imponha as mãos sobre os enfermos. Você só verá resultados quando sair da sua posição de conforto.

Se você colocar seus olhos e sua atenção na circunstância, você começa a se questionar: “e se não acontecer, o que vou dizer?” Começamos a querer criar uma boa explicação para caso a cura não se manifeste. Mas não se agarre ao que está acontecendo, agarre-se à Palavra, que afirma que os enfermos seriam curados e que Jesus já levou essas enfermidades. A Bíblia diz, a Bíblia diz, a Bíblia diz…e não há circunstâncias! Esse é o momento ideal para permanecer naquilo que a Palavra ensina, caso contrário, acabamos sendo levados pelos sintomas, criando motivos pelos quais as pessoas não conseguem a cura.

Qual é o poder que nós temos contra a doença se não for a fé? Se você permite que o diabo faça sugestões, ele rouba a sua fé. Declarar a Palavra não vai ter nenhum efeito se ela não vier de um coração cheio de fé, pois a Bíblia garante que as coisas acontecem quando dizemos e cremos com o coração.

Trechos da mensagem de 18 de junho de 2022, na Conferência de Cura Verbo da Vida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA