#JPN2021 encerrou com uma mensagem inspiradora sobre Missões

Postado em
0

Ao som de louvores cheios de unção e adoração, começamos mais uma Escola Dominical, hoje, marcada pelo encerramento do JPN – Jovens Para as Nações, que desde quinta-feira (22), tem instruído e inspirado jovens de todo o Brasil a cumprir o “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações”.

Uma unção fresca pairou sobre este lugar nestes dias. Este evento não foi para inflar seu ego missionário; não foi para falar apenas sobre o seu chamado, pois o seu chamado não se refere a você. Como cantamos nesta manhã: ‘Tudo é para Tua glória, Senhor’”, afirmou Suanny Cunha, que, junto ao seu esposo, comandaram a direção do culto nesta manhã.

Ainda no momento dos avisos, o pastor Perilo Borba encheu nossos corações de expectativas ao anunciar o JPN Europa, que acontecerá em Portugal, de 15 a 17 de abril do próximo ano: “permaneça orando, pois em breve traremos mais informações”, disse

MENSAGEM

Rascen – nossa missionária nos países de acesso criativo (mais especificamente no Oriente Médio), foi a responsável por trazer a mensagem desta manhã. Ela iniciou dando uma breve definição acerca de missões que “significa uma tarefa que deve ser cumprida por alguém a mando de outro. É um dever; um trabalho; uma ocupação; uma obrigação e responsabilidade dada por Jesus a sua Igreja, para anunciar o Evangelho de Deus a todos os povos, tribos, línguas e nações”.

Ainda no campo das definições, Rascen, com base em um livro sobre esta temática, alertou: “Todo verdadeiro discípulo nasce no Reino de Deus como um missionário”. A ministra também apresentou alguns dados alarmantes, como forma de despertamento:

Entre os 7,7 bilhões de pessoas na terra, cerca de 4,2 bilhões são consideradas como povos não alcançados pelo Evangelho, representando mais de 60% da população mundial. 

Todos os dias, mais de 100 mil pessoas morrem sem nunca ter ouvido falar sobre Jesus. 

Apenas um entre 1.800 cristãos decide sair para um lugar transcultural.

Para tocar os 4,2 bilhões de povos não alcançados, temos apenas 400 mil missionários.

Dando continuidade à mensagem, a missionária trouxe algumas de suas experiências no campo, e de como Deus se fez sempre presente em cada uma delas. Ela ainda reavivou em cada um a seguinte certeza: “Missões não é apenas para os que irão transculturalmente, mas está inteiramente ligada aos dons e talentos que Deus nos confiou. Talvez, você servirá ao Senhor e exercerá essa responsabilidade do ide com a ferramenta que Ele colocar em suas mãos, sendo um professor, médico, empresário, intercessor, etc”.

Rascen finalizou o momento de ministração estimulando todos a não desistirem, mas perseverarem, não abrindo mão daquilo que Deus falou. Citando uma frase da biografia do Apóstolo Bud, fundador do Ministério Verbo da Vida, ela encerrou: “Bud Wright era um homem simples, que viveu para o Senhor e assistiu a Ele trabalhar”.

Clique aqui e leia mais da mensagem de Rascen.

Nesta conclusão do JPN 2021, João Albuquerque foi inspirado a orar também pelo missionário Caleb, filho de Jusciê Arcanjo, que foi enviado pelo Senhor ao Japão com toda sua família. João, ainda no momento dos avisos finais, alertou: “Não seja um ouvinte negligente de tudo que foi falado aqui, mas seja um operoso praticante”

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA