Salvação é um pacote

Postado em
0

por Mixto Lima (Aracaju -SE)
*Diretor do Centro de Cura Rhema local

Quando falamos sobre cura, não estamos falando apenas de uma cura física, mas algo que atinge nosso espírito, alma e corpo (I Tessalonicenses 5.23).

A Bíblia nos ensina, no livro de Salmos 103.1-3, que o Senhor perdoa as nossas iniquidades e sara todas as nossas doenças.

“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades” (Salmos 103.1-3).

A nossa alma deve bendizer ao Senhor, independente das circunstâncias. O mesmo Jesus que nos salvou, é o mesmo que nos curou. Pelo testemunho interior, temos a convicção de que somos curados!

Existem algumas doenças que as pessoas podem ter por conta do pecado. Entretanto, independente disso, podemos receber o que Jesus fez. Mesmo sabendo que somos culpados por algumas doenças, em virtude de um pecado que cometemos, devemos ter o entendimento de que Ele já se fez culpado por nós e temos acesso à cura em Jesus. Deus perdoa todas as nossas iniquidades!

O livro de Isaías 53.4-5 nos ensina a Palavra de Deus: 

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados” (Isaías 53.4-5).

A nossa saúde divina não está em nosso mérito, mas está em Jesus Cristo. Pelas pisaduras de Jesus, fomos sarados. 

Ele carregou nossas doenças e enfermidades na cruz do calvário. Quando carregamos doenças em nossas vidas, estamos “pagando em duplicidade”, pois Jesus já pagou a conta disso. Todavia, mesmo Jesus tendo pago a conta das nossas enfermidades, precisamos requerer esse direito, reivindicar o que é nosso.  

E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos; Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças” (Mateus 8.16,17).

Existem algumas pessoas que, quando leem a passagem que encontra-se no livro de Isaías 53.4-5, acreditam que essa profecia refere-se às doenças no espírito do homem, mas não à cura física. Porém, sobre esse pensamento, devemos entender que o Novo Testamento interpreta o Velho Testamento. Sendo assim, lendo a passagem no livro de Mateus 8.16-17, temos a clareza de que a presente profecia não refere-se a, como dizem alguns, enfermidades no espírito, mas, de fato, à cura em nosso corpo físico. Jesus cumpriu essa promessa. Por conta da justificação, o pecado não pode mais nos dominar!

A salvação é um pacote.

Se Ele perdoou os pecados, Ele nos curou também. O Senhor quer nos mostrar que o Evangelho é poderoso e, por isso, a cura é uma demonstração do poder de Deus. 

Estamos nos importando com o preço que Jesus pagou para sermos curados? Precisamos valorizar o preço que foi pago por Ele para andarmos em saúde divina!

*Trechos da mensagem do dia 19 de junho, na Conferência de Cura Verbo da Vida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA