Verbo FM

Como identificar um “homem de Deus”?

Cid Henrique
pastor da Igreja em Caruaru-PE

Vamos observar alguns sinais que podem nos ajudar a reconhecer um verdadeiro homem de Deus:

Caráter – Um “homem de Deus” de verdade é uma pessoa marcada por um bom caráter. Um homem cheio de dons, mas sem caráter é um potencial destruidor da obra de Deus.

Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva, e chegando, pôs-se diante dele, e disse: Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo.

Porém ele disse: Vive o SENHOR, em cuja presença estou, que não a aceitarei. E instou com ele para que a aceitasse, mas ele recusou. (II Reis 5.15,16)

Obediência – Todo “homem de Deus” é marcado por um espírito submisso às autoridades. Ele tem cobertura espiritual e é obediente ao seu discipulador e às autoridades sobre ele constituídas. Saul é um exemplo oposto de obediência.

A obediência é mais importante que sacrifícios e serviço para Deus.

 Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.

Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei. (I Samuel 15.22-23)

Fidelidade – A fidelidade é outra característica marcante nestas pessoas. São fiéis ao seu Deus e à Sua Palavra, ao seu casamento, à sua liderança, à sua igreja e aos seus discípulos.

Portanto, que todos nos considerem como servos de Cristo e encarregados dos mistérios de Deus. O que se requer destes encarregados é que sejam fiéis. (I Coríntios 4.1-2)

Irrepreensibilidade – A irrepreensibilidade não é sinônimo de perfeição, mas revela uma característica fundamental em um homem de Deus, pois até quando ele erra, ele toma as decisões certas, se arrependendo e corrigindo seus erros. Ser irrepreensível é buscar andar em harmonia com os ensinos da Palavra de Deus.

Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; e o seu nome era Isabel. E eram ambos justos perante Deus, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor. (Lucas 1.5-6)

Maturidade – Outra forma de identificar um verdadeiro “homem de Deus” é constatando sua maturidade na condução de sua vida e de seu ministério. Não se deve atribuir este título para pessoas imaturas e inconsequentes.

Com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado. Até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo. (Efésios 4.12-13)

Família – Esta é um dos mais marcantes sinais na vida de alguém que merece o reconhecimento de “homem de Deus”. É uma das condições que o apóstolo Paulo apresenta para alguém poder estar no ministério. (ver I Timóteo 3.1-7)

Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. (I Timóteo 5.8)

Dons – Os dons são muito importantes e eu diria que são a cereja do bolo para a celebração do ministério de um “homem de Deus”. Não é a base, mas é muito importante e útil.

“pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis”. Romanos 11.29

Com esta reflexão, a intenção é dupla:

Identificar os verdadeiros “homens de Deus” para não me alimentar da palavra contaminada e não ser iludido e enganado por sinais e prodígios realizados por homens supostamente “de Deus”. Já dizia a sabedoria popular: “nem tudo que brilha é ouro”. É importante que honremos as pessoas que conhecemos e convivemos. Às vezes, temos muita facilidade de honrar e reconhecer como “homens de Deus” pessoas que nem conhecemos direito e desonramos quem está próximo de nós, pagando um alto preço por nossas vidas. Honre seu pastor, seu líder e seu discipulador. Eles são os verdadeiros “homens de Deus”!

Antes de mais nada, preciso avaliar a minha própria condição e diante de Deus, em sinceridade e honestidade, procurar me conformar com os requisitos bíblicos para me tornar uma verdadeira pessoa de Deus, para glorificá-lo sempre em minha vida.

Que a graça aumente cada vez mais em nossas vidas para avançarmos como verdadeiros homens e mulheres de Deus.

1 Comentário

  • obrigodo pelo esclarecimento da minha duvida sobre os sinais do Homem de Dus

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!