Verbo FM

Seja intencional

Talita Trindade
Graduada do Centro de Treinamento Bíblico Rhema

A vida de Jesus, entre muitas outras coisas, nos inspira a viver de maneira disciplinada e absolutamente intencional. Todos os relatos sobre o nosso Senhor mostram como Ele fazia escolhas que expressavam o amor e o caráter de Deus forjados nEle por meio de uma vida de oração constante e profunda intimidade com o Pai.

A Bíblia nos diz que Jesus deliberadamente “andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo” (Atos 10.38). Em Marcos, no capítulo 5, versículos 21 a 43 lemos o relato de duas histórias que não teriam qualquer relação uma com a outra, se não fosse pelo fato de que Jesus escolheu mudar a realidade daquelas pessoas. A caminho da casa de Jairo, Jesus é tocado pela mulher com o fluxo de sangue, que foi curada no momento do seu ato de fé, ou seja, no momento em que tocou Suas vestes. A história terminaria ali, mas Jesus quis saber quem, no meio da multidão, havia lhe tocado.

“Então, a mulher, atemorizada e tremendo, consciente do que nela se operara, veio, prostrou-se diante dele e declarou-lhe toda a verdade. E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai-te em paz e fica livre do teu mal”. (Marcos 5.33-34)

Jesus, então, em um ato de compaixão, reafirma a cura e despede aquela mulher livre para viver uma nova e tão desejada realidade. Ele não precisava ter feito isso, mas, ao escolher honrar a fé daquela mulher, Jesus também tornou público o seu testemunho para aqueles que O acompanhavam. Como isso é poderoso, afinal, “o testemunho de Jesus é o espírito da profecia” (Apocalipse 19.10b)

Enfim, ao chegar na casa de Jairo, Jesus foi rápido em afastar daquela família os que não criam na possibilidade de manifestação de um milagre. Isso não só resguardou a fé daquele pai, mas também resguardou a unção. E o resultado não poderia ter sido outro:

“tomando-a pela mão, disse: Talitá cumi!, que quer dizer: Menina, eu te mando, levanta-te! Imediatamente, a menina se levantou e pôs-se a andar” (Marcos 5.41-42).

Uma vida intencional começa com a decisão de amarmos a Deus com todo nosso coração, alma e entendimento, e ao nosso próximo como a nós mesmos (Mateus 22.37-40). Isso significa que precisamos desenvolver um estilo de vida em que tudo o que fazemos seja consequência desse amor – das escolhas mais simples, que às vezes fazemos de maneira automática. (Ex. quais palavras usaremos em uma conversa, o que vestiremos…). Até as escolhas mais complexas (Ex. onde iremos morar, com quem iremos nos relacionar).

Uma vida intencional também significa sermos bons mordomos daquilo que o Senhor nos tem concedido: dons e talentos, tempo, recursos financeiros e materiais, relacionamentos e a capacidade de influenciarmos os que participam do nosso convívio. A maneira como gerenciamos cada uma dessas coisas fala muito sobre onde está nosso coração.

Minha oração é para que em tudo, do levantar ao deitar, todos os dias, façamos escolhas que revelem o caráter, a mente e o coração do Pai para toda a criação, que “aguarda com expectativa a manifestação dos filhos de Deus” (Romanos 8.19).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!

Relacionados