Verbo FM

Em Cristo ou em crise?

Acredito que você já ouviu alguém dizer: “Não estamos em crise, estamos em Cristo”.

A Bíblia nos instrui: Se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas passaram eis que tudo se fez novo” (II Coríntios 5.17)

Com base nesse texto, eu vou discorrer sobre o tema proposto no título do post. Se você recebeu Jesus como Salvador, nasceu de novo, é uma nova criatura, seu espírito foi recriado e isso é incontestável. A obra de Cristo em prol da sua salvação foi completa em seu espírito.  O texto nos mostra que se o recebemos, somos nova criatura e que as coisas velhas passaram. Essas “coisas velhas” referem-se ao velho homem, a velha natureza, ao homem carnal, escravo do pecado.

Ainda observando o versículo vemos: “eis que tudo se fez novo…”. Sim. Tudo se fez novo em nosso espírito. A obra de Cristo nessa esfera foi completa. Mas acredito que você saiba que somos um ser dividido em: espírito, alma e corpo. Nós fomos salvos (nosso espírito), estamos sendo salvos (em nossa alma) e seremos salvos (em nosso corpo) quando Jesus voltar e tivermos, enfim, um corpo glorificado. Mas ainda estamos na terra, lidando com a nossa alma, e o processo de renovação da alma é constante.

Em Cristo, não existe crise. Mas alguns de nós estamos vivendo crises de identidade, crises emocionais, crises conjugais, crises financeiras, crises familiares, crises nos relacionamentos e essas coisas acontecem em nossa alma. Nela ainda não estamos prontos. Na alma, não podemos dizer: “tudo se fez novo…”

Por anos, ouvi pessoas que julgavam outras com a frase célebre: “Fulano é almático”. Essa expressão era (e ainda é) utilizada para rotular pessoas frágeis emocionalmente que, por terem negligenciado a renovação da mente, se tornaram presas fáceis do diabo. Portanto, é imprescindível renovarmos a nossa mente com a Palavra de Deus, com a leitura da Bíblia e de bons livros. Muitos de nós somos enriquecidos por ministrações da Palavra que alimentam e fortalecem o nosso espírito e renovam a nossa mente. Se você fez o Rhema ou está cursando, sabe que a nossa alma é composta de mente, vontade e emoções.

É nela que estão contidas as nossas lembranças do passado, a lembrança de um casamento mal sucedido (para alguns), lá está o registro de suas dores, mas também suas conquistas, seus dramas, conflitos, decepções, inseguranças e medos. Uma alma desequilibrada abala o espírito e compromete o corpo físico com fragilidades e doenças. Problemas na alma desenvolvem inclusive doenças psicossomáticas que, muitas vezes, requerem intervenção médica. E não adianta negar, uma alma, não renovada pela Palavra, sofre. Vejo perto e de longe tantas pessoas nas igrejas sofrendo com traumas, problemas mal resolvidos, pessoas com crises agudas na alma por inúmeras razões. Muitas delas estão gritando por dentro, pedindo socorro. Mas grande parte dos que estão ao nosso redor, ou as ignoram ou as criticam, porque essas duas coisas são mais fáceis de fazer do que levantar a mão e ajudá-las.

Porém, se atentarmos para a Palavra, veremos que homens e mulheres, humanos, assim como nós, precisaram colocar força para equilibrar uma alma em crise. Eu poderia citar vários, mas vou destacar o clássico salmista Davi quando em uma de suas orações descrita no Salmos 42.5 diz:

“Por que estás assim tão abatida, ó minha alma? Por que te angustias dentro de mim? Deposita toda a tua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei por seu livramento; Ele é o meu Salvador.”

Portanto, é necessário sim conversar com a sua alma, lembrando-a dos feitos do Senhor, animando-a, influenciando-a com a Palavra. Davi relata vários momentos em que precisou fazer isso. Existem tantas pessoas crentes, nascidas de novo, conhecedoras da Palavra sofrendo nesse exato momento, porque não sabem como lidar com sua alma.

Pessoas que não conseguem desprender-se dos erros do passado, não conseguem perdoar, se perdoar, algumas esperam sentir vontade de perdoar ou pedir perdão, como se isso fosse ocorrer dessa forma. Sabemos que o perdão é um ato de fé e não envolve emoções nem sentimentos.

A reflexão que me proponho a fazer nesse post é: Estamos em Cristo ou estamos em crise?

Onde você está?

Sim, eu acredito que as coisas velhas passaram e tudo se fez novo em nosso espírito, mas uma alma não restaurada ainda pode nos atrapalhar no processo contínuo da salvação comprometendo, inclusive, o nosso crescimento. Reconhecer que está em crise nas suas emoções não é falta de fé. Reconhecer uma fragilidade é um passo de humildade rumo à mudança.

É possível haver super espirituais no púlpito que pregam muito bem, ensinam de maneira profunda, mas são miseráveis em suas emoções. Extremamente frágeis, mas alguns desses insistem em segurar a capa do super-homem, já outros são sinceros o suficiente para buscar ajuda e esses, acredite, serão pessoas melhores amanhã. Não admitir um problema não o faz desaparecer. Pense nisso.

Eu amo as ministrações de Joyce Meyer. Uma mulher tão ungida, mas que nunca pregou um sermão sem reconhecer a sua humanidade e a total dependência do Senhor. Joyce não tem problema algum em expor o abuso que sofreu na infância e Deus restaurou sua alma de tal forma que hoje ela tem influenciado milhões de pessoas no mundo pregando o amor de Deus pela humanidade. Joyce se identifica com as dores do próximo, isso é maturidade. Não conheço ninguém que fale sobre restauração na alma como ela.

Acredito que precisamos falar mais sobre o tema. Problemas emocionais tem minado a vida de muita Gente Boa.

Uma alma não renovada pode frustrar sua vida, seus relacionamentos, seu ministério. Pode enfraquecer sua influência e te impedir de cumprir os planos estabelecidos por Deus para a sua vida aqui na terra.

Deus é o maior interessado em seu crescimento. Seja no espírito, na alma ou no corpo. Deus lhe quer forte espiritualmente, equilibrado emocionalmente e sarado fisicamente. Mas, a sua parte para a concretização dessa meta é imprescindível. Se você está vivendo alguma crise, busque ajuda. Seja humilde o suficiente para reconhecer que precisa ser ajudado. Recomendo que procure alguém maduro e confiável. Converse, se aconselhe, mas faça algo por você.

Não aceite uma vida mais ou menos, não é isso que Deus quer para você. Deus lhe quer feliz por completo!

Grande abraço.

3 Comentários

  • Está maravilhoso foi muito bom a forma em que você colocou cada detalhe muito, muito, muito, muito bom mesmo você está de parabéns tenho orgulho de poder andar com pessoas tão especiais como você foi muito edificado muito obrigado pela palavra está guardado no meu coração amém

    Resposta
  • Perfeito!
    Conheço várias pessoas que por medo de ser rotulado de almático afastam-se da congregação e sofrem por medo de falar o que sentem. Tenho encontrado essas pessoas
    machucadas e sem expectativas achando que Deus está zangado com elas.
    Vamos falar mais sobre isso.

    Resposta
  • Ótimo Dione, concordo com a sua visão! Hoje é notório um desequilíbrio bastante prejudicial. Ou temos alguém que culpabiliza a alma por tudo que acontece, ou ainda aqueles que se escondem por trás de frases prontas, e posturas aparentemente de fé, mas que porém desprezam o que o próprio Paulo fala sobre conservar espirito, alma e corpo…

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!