Verbo FM

O segredo da submissão

Diego Ticianeli
Pastor da Igreja Verbo da Vida Orlando (EUA)

Qual é o segredo da submissão? Vejamos o que a Bíblia pode nos ensinar sobre o assunto:

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te” (2 Timóteo 3.1-5 – ARA).

O segredo da submissão é quando você voluntariamente decide obedecer. Não é algo que se exige ou se pede, isso se chama subjugar. A submissão é uma decisão do nosso coração de reconhecer o outro como acima.

É possível cumprir tarefas e mesmo assim ser insubmisso. 

A submissão anda de mãos dadas com a humildade, e a humildade anda de mãos dadas com a graça de Deus. Mas aos soberbos Deus resiste. 

A graça de Deus é a razão de estarmos aqui, ela vai bater a sua porta. A humildade ativa a graça na nossa vida.

Muitas vezes julgamos aqueles que apontam nossos erros. Mas não devemos fazer isso! Se respondermos de forma orgulhosa, isso irá bloquear a graça de Deus na nossa vida. Se submeta, seja humilde e a graça te alcançará!

Todos passam por problemas. O problema é o que fazemos com eles. Davi errou muito, mas Deus disse que ele era segundo Seu coração, pois não é por obras, é pela graça.

Submissão é algo que eu faço, é uma atitude minha.

Somos uma igreja madura, e por isso é possível exigir de nós uma atitude diferente. Precisamos aprender a sanar nossos problemas dentro de casa.

Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado” (Gálatas 6.1 – ARA).

Deus vai chamá-lo e as coisas vão acontecer na sua vida. Só precisamos ser obedientes a Ele. Um passo de obediência de cada vez.

Quando estamos com problemas ficamos pesados, carregados, e quando estamos sob efeito dessas coisas não somos mais os mesmos. Podemos culpar pessoas e situações, até situações legítimas, mas a Palavra diz que não devemos dever nada a ninguém, a não ser o amor. Precisamos ser leves.

Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma”(Hebreus 12.1-3 – ARA).

Vamos voltar à essência.

O Pai não despreza um filho sincero e arrependido. Se houver humildade, a graça irá se manifestar, e sempre haverá uma caminho de volta. Onde há humildade existe graça para transformação. 

Três dias depois, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. E todos os que o ouviam muito se admiravam da sua inteligência e das suas respostas. Logo que seus pais o viram, ficaram maravilhados; e sua mãe lhe disse: Filho, por que fizeste assim conosco? Teu pai e eu, aflitos, estamos à tua procura. Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me cumpria estar na casa de meu Pai? Não compreenderam, porém, as palavras que lhes dissera. E desceu com eles para Nazaré; e era-lhes submisso. Sua mãe, porém, guardava todas estas coisas no coração. E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lucas 2.46-52 – ARA).

Jesus tinha conhecimento que seu pai e sua mãe não tinham. Ele era um menino. Mesmo assim, Jesus era submisso aos seus pais. Ele permaneceu submisso até o tempo certo. 

Muitas vezes caímos por falta de humildade, de permanecer em nosso lugar até o tempo certo, falta de firmeza para ser humilde e de permanecer debaixo. Pois é Deus quem escolhe as estações, Ele quem coloca as posições. Nosso papel é nos submetermos, pois quando for nossa vez Deus irá nos levantar. Nós não fazemos nada, é a graça de Deus na nossa vida.

Posição quem escolhe é Deus. Ser submisso é ser colocado debaixo. Não importa o que você conheça, fique na posição que Deus o colocou até o tempo certo para outras coisas chegarem.

“Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8.31). Mas se Deus for contra você, quem será por você? Saia desse orgulho! Seja humilde! Não tem problema errar, o problema é o que você faz com o problema.

Deus criou o mundo e o submeteu ao homem. O homem pecou e submeteu o mundo a Satanás. Deus envia Jesus, que venceu o mundo e submeteu todas as coisas ao Seu nome. Jesus pegou o Seu nome e o deu à Igreja. Nela Jesus concedeu seus dons à equipe ministerial, aos cinco dons. Nós estamos debaixo disso. Por isso quando o espírito de rebeldia começa, ele começa pela soberba, pelo orgulho. Quando não nos submetemos aos dons ministeriais aos quais estamos submetidos, saímos debaixo da graça.

Isso acontece por falta de submissão às autoridades que Deus colocou sobre nós. Essa é a complexidade da submissão. Nessa posição, você sai totalmente da graça, onde só uma pessoa nos resiste – Deus, o criador dos céus e da terra.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!