Verbo FM

Identifique, treine e delegue

Sei que você está recebendo uma capacitação de graça para sua vida. Reconhecemos que existe um esforço seu para sair de sua localidade e estar aqui. Somos gratos pelo seu empenho. Estamos animados e cheios de expectativas para o que Deus irá fazer nestes dias. Sei que todos nós estamos sendo sinalizados e Deus ainda vai acrescentar em nossos corações. 

Já parou para pensar em sinalizações de trânsito, por exemplo. As sinalizações horizontais e verticais possuem placas vermelhas, pretas e brancas. Elas são de regulamentação, nos dizem o que não deve ser feito, “não pare”, “não estacione”. Diferente das amarelas que trazem advertência, mostram uma lombada, uma curva, animais cruzando a pista. São placas que você precisa ficar ligado, porque se você não atentar vai ter prejuízos. Ainda tem placas azuis de orientação como: “Brasília”, “Goiânia”, elas nos ajudam no nosso planejamento. Com elas percebemos quantos quilômetros ainda temos a percorrer para chegar ao nosso destino.

Deus está trazendo aqui placas de orientação de advertência, cada um recebe aquilo para aprimorar, para uns será para planejamento. Quero trazer uma placa de regulamentação do nosso Ministério. Visão que é alcançar o Brasil e as nações com a Palavra da Fé e o amor.

Mama Jan já trouxe essa instrução no primeiro dia. No Verbo da Vida não dá para ter outra orientação, todos estamos com o mesmo alvo: alcançar o Brasil e as nações. Essa visão é de todos nós e devemos cumprir. Precisamos nutrir essa visão missionária em nossa vida, porque alcançar as nações faz parte da nossa visão. Temos 193 países no mundo, já alcançamos 23 e os outros 170 estão comigo e com você. Essa palavra vai para todas as nações.

Temos o hábito de valorizar uma coisa e apreciar outra, mas veja que os aviões têm duas asas e para valorizar a asa direita não precisa desvalorizar a esquerda. Por isso, precisamos da asa da fé e a asa do amor. Vamos pensar na asa do amor. A palavra de Deus condiciona a fé pelo amor.

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará” (I Coríntios 13. 4-8).

O amor nunca para de amar 

Isso retrata uma expectativa de Deus a meu respeito e eu preciso atendê-la. Amar como? O quê? De que forma? Em que momento? Devemos abraçar os sentimentos, as repercussões, os reflexos. Não hostilize os sentimentos, eles são divinos, eles não servem para nortear a nossa caminhada, porque nós caminhamos pela fé, mas os sentimentos nos ajudam a refletir na maneira como vivemos. Existem pontos que devemos abraçar e outros rejeitar, não quero me estufar na minha própria importância, porque Jesus é quem é importante.

O amor faz parte do nosso sistema. Essa palavra sistema me chamou a atenção. Quem nunca ouviu “a culpa é do sistema”, “o sistema está fora do ar”. Mas o amor faz parte do nosso sistema. Sistema é um conjunto de partes que têm elementos de entradas e saídas. 

Vou dar um exemplo de um bolo, que tem componentes, elementos de entrada como: açúcar, trigo, ovos, leite, entre outros, e você pega esses elementos e bate tudo, processando, mas a junção dos elementos não resolve tudo, é necessário ter a sequência, uma ordem, um tempo, para que o bolo seja feito corretamente. Se tudo de certo, vamos ter um resultado maravilhoso nesse bolo.

Entrada, processamento e resultado

Às vezes, não temos o resultado que queremos, mas não houve o processamento correto. Não podemos mexer no resultado, devemos mexer no processamento. Não quero falar de culinária, mas temos um sistema em andamento em nosso Ministério, é um sistema para edificação de pessoas. 

Muitas vezes, não estamos tendo resultados e a culpa não é do resultado, mas no comportamento, ou no processamento. Vamos mudar o nosso comportamento, e assumir a nossa parte na responsabilidade e edificar pessoas. A responsabilidade de edificar as pessoas está comigo.

O que posso fazer nesse sistema para obter o resultado que eu quero? Edificar pessoas é igual a identificar + treinar + delegar = AMOR

Qual o ingrediente principal para alcançar as pessoas? PESSOAS.

Temos 475 igrejas, 23 países alcançados e 309 municípios do Brasil alcançados, temos mais de 5 mil municípios no país para ser alcançados no Brasil ainda. Se queremos alcançar o Brasil não vamos alcançar as 475 igrejas, mas devemos edificar pessoas e elas irão alcançar o nosso país, essa é a visão. Precisamos nos concentrar na edificação de pessoas.

IDENTIFICAR

Vamos olhar para o sistema de Jesus, ele identificou e chamou aqueles que estavam disponíveis. Não vamos ser levianos, não vamos ter níveis grandes de critérios, Jesus estava caminhando pela praia, viu André e o chamou para o ministério. Ele viu Pedro, pela praia, Jesus não é místico, ele puxou os que estavam perto. Teve discípulos que nem foi Jesus quem chamou, mas outro discípulo.

Vamos estar abertos para acolher e identificar as pessoas, para treiná-las e capacitar cada uma delas. Não seja tão rigoroso, se fossem rigorosos conosco talvez nem estivéssemos aqui.

TREINAR

Jesus liderou pelo Seu próprio exemplo. Ele os treinou os discípulos no ministério e os envolveu nas curas e milagres. Isso os treinava a todo tempo. os discípulos literalmente colocaram a mão na massa, as vezes, queremos que as pessoas fiquem 6 anos em treinamento para colocar um dedinho na massa. Jesus não chamou uma equipe perfeita, Ele os aperfeiçoou na caminhada. O treinamento acontece na caminhada.

Cerque seus liderados pelas melhores informações. Os que estão perto de você merecem ser comunicados com clareza. As pessoas escorregam, às vezes, mas devemos ensinar cada uma com paciência e clareza. 

As pessoas precisam de instrução. Não podemos esperar algo delas que não lhe ensinamos primeiro. Nesse treinamento cada uma vai responder de forma diferente e, assim, cada uma será galardoada de forma diferente de acordo com a sua fidelidade. 

Edificar pessoas é um valor do Verbo da Vida, construir uma equipe perfeita, não! Modere as suas expectativas e caia na real. Estamos com muita expectativa de perfeição. Identificar e treinar não é garantia de que tudo vai ser perfeito. Identificar, treinar e delegar é iniciativa do líder, o sistema de identificar pessoas precisa de comunicação clara e confiar nas pessoas de forma genuína.

DELEGAR

Para delegar devemos aprender a confiar.  Confiança e comunicação são essenciais. Devemos entender que delegamos não apenas tarefas, quando delegamos tarefas criamos seguidores.

Levante pessoas que possam ensinar outros o que aprendeu, não estamos buscando seguidores, mas pessoas que sejam fiéis.

Dar autoridade a alguém não enfraquece a sua, ou temos controle ou crescimento. Se queremos crescer precisamos abrir mão um pouco do controle. Controlar tudo é orgulho. Delegar faz parte do nosso sistema de treinamento, centralizar está ligado ao orgulho e à soberba.

Para andar em amor não podemos estar orgulhosos, nem devemos buscar a nossa própria honra. Edificar pessoas tira o foco de nós e coloca o foco na Palavra. 


*Trechos da mensagem de 27 de maio de 2023, na Conferência de Ministros Centro-Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!