Verbo FM

Como herdar o Reino?

Paulo Pimenta
Pastor da Igreja Verbo da Vida em Montes Claros-MG

E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o, e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês? E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira. – Lucas 10:29-37

O que fazemos nós, para herdar a vida eterna? Imaginemo-nos nessa cena. Jesus – hoje em dia, ressurreto – aparece para nos aconselhar. Em meio a tanta teologia, tantas denominações e fórmulas, tanta condenação e religiosidade contrapondo a um exagero libertino, talvez essa pergunta surgiria, de pelo menos um de nós. E como interpretamos o que lemos?

Essa pergunta parece ter uma resposta tão simples e rápida, na ponta de nossa língua: “crer que Jesus é o Filho de Deus e que Ele morreu na cruz para nos salvar”, certo? E, da mesma forma que Jesus respondeu àquele doutor da lei, provavelmente também acenaria que nossa resposta estaria certa… mas talvez uma postura, um olhar reticente de Jesus possa ter inspirado a próxima pergunta do doutor da lei: “e quem é o meu próximo?”

No caso da nossa resposta, talvez devêssemos perguntar a Jesus: “E o que significa crer que o Sr. É o Filho de Deus? O que significa crer no seu sacrifício?”

Eu gostaria de tomar uma licença e usar a mesma parábola de Jesus. Gostaria de fazê-lo destacando que, tanto o sacerdote como o levita eram tidos como os grandes homens santos da época. Ungidos, separados pelo próprio Deus para o ministério. Enquanto o samaritano era tido, pelos judeus, como um desviado, um apóstata. Alguém que teria condições de seguir a verdadeira fé, mas escolheu misturar-se com os costumes babilônicos, e, por isso, não era digno nem mesmo de compartilhar uma refeição com um judeu.

E quem foi apontado como o “santo” pela parábola foi justamente o que era considerado indigno.

Entendam, nem eu e nem Jesus queremos dizer que todo levita e todo sacerdote (e os ministros de hoje em dia) são impuros, tampouco dizer que todo samaritano (os descrentes de hoje) é santo por si só. O que eu (e Jesus) estou dizendo é que não é a posição ou a autodeclaração que te faz santo, e sim seu comportamento. Temos pessoas dentro de nossas igrejas que confessam com suas bocas o senhorio de Jesus que NÃO HERDARÃO o Reino (se não, Jesus não teria dito que “nem todo que disser Senhor, Senhor” será salvo), assim como temos samaritanos que serão considerados nossos próximos.

E então, como herdar o Reino? O que significa crer em Jesus?

Fato é que a crença em Jesus precisa mudar nossa maneira de pensar e de agir. Não apenas uma santificação ritual ou carnal. Em Mateus 23:23 Jesus critica os fariseus que dão o dízimo até das pequenas coisas, mas ressalta que eles se esquecem da parte mais importante da lei, que é a justiça, a misericórdia e a fé. Aquele que crê em Cristo fará todas essas coisas, priorizando, porém, a justiça, a misericórdia e a fé.

Existem algumas pessoas pelo mundo que não são cristãos, ou que afirmam ser, mas não se afiliaram a nenhuma instituição religiosa, e que tem uma conduta muito frutífera nesses quesitos. Aí talvez você possa me perguntar: eles estão salvos? Eu digo a mesma coisa que Jesus: “deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” (Mt 23:23)

Da mesma forma, nós que confessamos ser o Corpo de Cristo, devemos ser os primeiro a dar exemplo de misericórdia, fé e justiça. E através desse procedimento, anunciaremos de fato o Cristo ao mundo. Mas, muitas vezes, o que se vê é o cristão ensinando santidade ao descrente, e em outras tantas o descrente demonstrando mais misericórdia que o cristão.

Religiosos precisam aprender o amor e o perdão de Jesus, e não religiosos precisam aprender o “vá e não peques mais”. O problema é que acontece o contrário: religiosos só querendo falar do “não peques mais” e não religiosos falando “mais amor, por favor” e querendo encobrir o fato de que a transgressão é atemporal.

Muitas vezes, esses descrentes desafiam os cristãos com o amor de Cristo, ocultando a face da santidade, enquanto os cristãos salientam a santidade primeiro, esquecendo-se da misericórdia.

Sabem, se os descrentes querem viver do jeito que quiserem, vivam, mas não citem Jesus. Tem um monte de gente para crer, seguir e citar que falam de amor ao próximo, mas que não mencionam valores e santidade. Do mesmo jeito digo aos religiosos: quer falar de vida santa sem falar de amor, também não mencione Jesus, pois várias filosofias discursam sobre auto-controle e abnegação.

Mas o cristianismo (filosoficamente, não religiosamente) prega a junção de amor e santidade.

Talvez a resposta para nossa pergunta sobre “o que significa crer em Jesus” seja essa: crer em Jesus significa saber que eu fui amado, e por isso eu amo; e fui amado por um santo, que me pediu para andar em santidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!