Verbo FM

Livre-se da ofensa

18768338_846738298818815_3531639706815248639_o-300x200
Cristiane Albuquerque
Membro da Igreja Verbo da Vida Zona Norte em Recife-PE

Ofensa destrói vidas, famílias, pessoas, destrói tudo, porque vem do diabo e quando ele a lança sobre sua vida, o faz sutilmente. A ofensa é um terreno fértil para o engano e, então, somos gradativamente destruídos por meio de discussões, discordâncias. Muitas vezes a ofensa tenta se instalar no seu coração, mas entenda que ela não trará nenhum benefício e, sim, destruição sobre tudo que está ao seu redor. Por isso, decida retirá-la de você, consciente de que em você habita o maior. Todas as promessas do Senhor para sua vida se cumprirão desde que você não fique ofendido.

Por que nós escolheríamos guardar essa ofensa, esse rancor, sabendo das consequências que tem? Isso nunca fará bem a você.

“E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem!” (Lucas 17.1)

Não queira ser o canal de tropeço para o seu irmão, Deus não se agrada. Não atrapalhe a sua vida e a do seu irmão por causa de uma ofensa.

Muitas vezes aquele que guarda a ofensa, não sabe que está ofendido, porque Satanás sabe que a melhor forma de atingi-lo não é mostrando a armadilha, mas sendo sutil.

“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.” (Provérbios 18.19) 

A pessoa ofendida cria um muro de proteção que o impede de reconhecer a ofensa, negando-a com palavras, mas estando totalmente destruído por dentro.

Você tem o Espírito Santo dentro de você e não pode substituí-Lo por uma ofensa, porque Ele te diz para andar em amor; ainda que a pessoa erre com você, Ele te dirá para perdoá-la.

O caminho da ofensa te levará a morte e poderá leva-lo a perder a salvação. A palavra nos diz que devemos amar nossos inimigos, assim, precisamos permitir que o amor do tipo de Deus flua através das nossas vidas. Quando você deixa o Espírito Santo operar, você é totalmente transformado.

“Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;” (II Coríntios 10.3-5)

Quando você leva cativo todo pensamento à obediência de Cristo, você está totalmente livre; a ofensa não conseguirá pegá-lo, não vai exercer influência na sua vida.

“Pois não era um inimigo que me afrontava; então eu o teria suportado; nem era o que me odiava que se engrandecia contra mim, porque dele me teria escondido.” (Salmos 55.12)

As pessoas mais próximas de nós são aquelas que têm maior probabilidade de nos machucar. Mas, o que fará diferença é o amor de Deus agindo em você, um amor que tudo suporta, que abre mão de muitas coisas, que te permite caminhar com o outro.

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;” (1 Coríntios 13.4-8)

Temos que ter consciência que as coisas aqui na Terra são passageiras e não podemos estar nos machucando, nos ofendendo, com coisas pequenas. Quando você começar a colocar aquilo que fizeram contra você de lado e olhar para Cristo, para o sacrifício que Ele fez por nós, você vai ver o quão pequenas são essas coisas.

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.” (Mateus 7.15)

Quando estamos ofendidos, tendemos a nos isolar; mas isso não trará prejuízos só para nós, mas para todos que estão ao nosso redor.

“Busca satisfazer seu próprio desejo aquele que se isola; ele se insurge contra toda sabedoria.” (Provérbios 18.1)

Quando nos isolamos rejeitamos a sabedoria do Senhor e ignoramos as orientações do Espírito quando Ele nos diz que devemos perdoar. Não trilhe esse caminho, é um caminho tortuoso, que te impedirá de reinar em vida.

Não deixe de ser abençoado por causa de uma ofensa! Não se segure nisso, mas na Palavra! Interceda intensamente por aqueles que o ofenderam e, assim, você estará se enchendo do poder de Deus e criando uma fortaleza para impedir que o diabo lance no seu coração coisas que não prestam.

Existem duas categorias de pessoas ofendidas: as que foram genuinamente maltratadas e pessoas que pensam que foram maltratas, porque possuem informações imprecisas obtidas através de fofoca.

“O homem mau, o homem iníquo tem a boca pervertida. Acena com os olhos, fala com os pés e faz sinais com os dedos. Há no seu coração perversidade, todo o tempo maquina mal; anda semeando contendas. Por isso a sua destruição virá repentinamente; subitamente será quebrantado, sem que haja cura. Estas seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal,”
(Provérbios 6.12-18)

A bíblia diz que o que o Senhor abomina é contenda entre os irmãos (fofoca). Não seja o portador da fofoca, não maldiga o seu irmão.

Se observarmos a vida de José, vemos a que apesar de tudo que ele passou, ele nunca guardou ofensa em seu coração e por isso Deus pode dar a ele a revelação acerca dos sonhos de faraó e ele foi levantado governador sobre o Egito. E, quando seus irmãos foram até ele em necessidade, em nenhum momento ele cogitou se vingar-se, mas olhou para os irmãos pensando em como poderia ajudá-los.

Quando alguém que fez algo contra você o procurar pedindo ajuda, ajude, porque você tem um Deus poderoso e pregue para essa pessoa. Então, você verá sua vida começar a prosperar. A ofensa lhe leva para o calabouço, mas o perdão lhe leva a prosperar em todas as áreas”.

A diferença entre Davi e Saul era que Davi constantemente esperava por Deus e pedia direcionamento em todas as circunstâncias, pois Davi sabia que a recompensa vinha do Senhor. Já Saul agia na sua própria força. Quando alguém fizer algo contra você, seja como Davi e pergunte a Deus como você deve agir. A justiça não vem por meio de nós, mas Dele. A vingança pertence ao Senhor e não a nós.

“A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor.” (Romanos 12.17-19)

Julgamento não é juízo, julgamento significa decisão e a decisão de Deus é que nossos ofensores sejam libertos assim como nós fomos. Lance aquilo que fizeram contra você para Deus e deixe que Ele trabalhe da forma Dele, tenha misericórdia e não deseje que Ele aja segundo a sua noção de justiça. Não queira fazer um julgamento que pertence a Deus.

A imaturidade pode levar você a lugares de ofensa.

Não faça o mal contra quem te fez mal, mas faça o bem e o Senhor se agradará e o recompensará.

Quando você se defende, entra em conflito ou discussão com alguém, você cria uma atmosfera em seu coração que te faz um candidato perfeito para ofensa.

Da próxima vez que você for injustamente tratado, você pode se levantar e celebrar, porque Deus está te levantando par ser abençoado, mas isso só acontecerá se a ofensa não entrar no seu coração e se você agir corretamente. Reverta em oração, em amor, em Palavra, em perdão, aquilo que fizeram contra você.

Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete. (Mateus 18.21-22)

Não seja tardio em pedir perdão, se liberte logo, não deixe que o diabo crie barreiras em você. Não espere que venham até você, mas vá até a pessoa. Aja pelo amor de Deus.

O que você faz com a ofensa vai determinar o seu futuro, então não deixe que a ofensa entre no seu coração para que seu futuro não seja destruído.

1 Comentário

  • Paz Do senhor maravilhosa reflexão e ensino traz Luz ao nosso entendimento como lidar e tratar o nosso próximo Amém 🙏

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!