Verbo FM

Conectados pela influência

A forma como Deus conduz as coisas, nós precisamos compreender para corresponder. Ele nos chamou para sermos influência. Quando entendemos que um processo que está acontecendo é a vontade de Deus, nos sentimos assistidos e animados.

Em Atos 9, fala-se sobre a conversão de Saulo. Antes disso, ele tinha um histórico bem feio com relação às suas ações, procedimentos e atitudes. Isso nos diz que não importa o nosso passado, pois quando nos encontramos com Deus, todas as coisas são feitas novas novamente.

Você não pode deixar o seu passado inibir o seu futuro! Você precisa aceitar o amor de Deus e a Sua forma de justiça, que Ele fez muito bem quando Jesus pagou a nossa dívida.

“Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; mas levanta-te e entra na cidade, onde te dirão o que te convém fazer” (Atos 9.5-6).

Deus usa pessoas

Se Jesus já estava lidando com Paulo, por que Ele não aproveitou e lhe deu as próximas instruções, mas mandou ele entrar na cidade para que outras pessoas lhe dissessem? Porque Deus usa pessoas para nos dar continuidade!

Por isso, não podemos nos isolar, pois a forma que Deus utiliza para nos dar crescimento é através de pessoas. Então, o ambiente ao qual Deus o conectou não pode ser mudado à revelia. Devemos ter reverência! Se Deus o colocou em determinado lugar, é para você permanecer nele, até que seja direcionado por Ele para ir a outro.

Deus nos liga a ambientes para que possamos nos desenvolver. Ele sabe onde precisamos estar conectados e as influências que precisamos ter e para onde devemos ir. Deus quer ser visto através de nós, pois há algo d’Ele que foi distribuído conosco. Se entendermos isso, Deus será glorificado através de nós.

Deus nos chamou para sermos influência!

Quando você descobre para o que Deus o chamou, dificilmente você vai querer ser outra pessoa. Você se sentirá tão feliz e encaixado, que só vai querer ser você mesmo! Mas quando busca ser outra pessoa, talvez não tenha descoberto ainda quem Deus o chamou para ser.

Mas isso não vai acontecer se você ficar isolado, pois quem se isola busca os seus próprios interesses. Então, o seu desenvolvimento não vai acontecer se você estiver sozinho.

As instruções que o Senhor tem para mim virão através de pessoas.

“Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus” (Filipenses 1.6).

Existem algumas coisas que Deus tem para nossa vida que envolvem a nossa resposta, dedicação e consagração. Nós estamos em uma aliança, como um casamento, nós temos duas partes para fazer. Da mesma forma é com Deus, Ele tem um plano, mas o cumprimento disso depende de mim e de você. Precisamos ser influência!

A obra que Deus quer completar na minha vida depende de mim.

Crescimento não vem sem desafios!

Nós enfrentamos muitos questionamentos e sofismas que o diabo levanta, levando-nos a questionar tudo sobre nós. No entanto, Deus nos protege para superar essas pressões. Quando enfrentamos a prova de nossa fé, nós nos aprovamos para a próxima fase ao superar as pressões.

“Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se” (Daniel 1.8).

Para o plano de Deus se cumprir na sua vida, você precisa se definir. Não podemos fazer concessões, pois isso coloca em risco a nossa devoção e consagração a Deus. Pode ser desconfortável, mas a Bíblia diz: “Um dia verão a diferença de quem serve e quem não serve”. Por conta do posicionamento deles de não se contaminar, Daniel e seus amigos se tornaram 10 vezes mais sábios. Eles foram influência, na ocasião.

Eu prefiro o desconforto do desafio ao conforto da mediocridade. Na vida, você vai lidar com incômodos e contrariedades.

“Ora, a estes quatro jovens Deus deu o conhecimento e a inteligência em toda cultura e sabedoria; mas a Daniel deu inteligência de todas as visões e sonhos” (Daniel 1.17).

Seja influência naquilo pelo qual Deus o chamou

Daniel foi sentenciado a morrer, mas ele viu esse desafio como uma oportunidade. Devemos ver os desafios como oportunidades para desenvolvermos o dom e o talento que Deus tem para nós.

“Disse o rei a Daniel: Certamente, o vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos reis, e o revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério. Então, o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitos e grandes presentes, e o pôs por governador de toda a província da Babilônia, como também o fez chefe supremo de todos os sábios da Babilônia” (Daniel 2.47-48).

Deus passou a ser glorificado pela influência de Daniel naquele ambiente, através do que ele estava fazendo, pois ele soube reconhecer e servir a Deus no contexto em que estava inserido.

“E o enchi do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência e de conhecimento, em todo artifício” (Êxodo 31.3).

Para que Deus o chamou? Não queira ser outra pessoa. Você é tão bom naquilo que Deus o confiou que outra pessoa precisaria se esforçar muito para ser igual a você. Deus não criou um grupo para viver à custa do dom dos outros. Você precisa encontrar aquilo no qual você é bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!