Verbo FM

Valorizando a presença

Giovana Lima
(Aluna do Centro de Treinamento Bíblico Rhema)

“Ah! Todos que tendes sede, vinde às águas cristalinas. E vós, os que não tendes dinheiro nem recursos, vinde agora, comprai e comei! Vinde, adquire vinho e leite sem pagamento e sem custo! Por que investir dinheiro naquilo que não é alimento, e o seu trabalho árduo naquilo que não consegue produzir satisfação? Ouvi-me com toda atenção e comei o que é bom; haveis de deleitar-vos com manjares revigorantes. Escutai-me e vinde a mim, ouvi-me e haveis de viver. Farei convosco uma Aliança eterna, assegurando-vos as graças prometidas a Davi. ” (Isaías 55.1-3)

Deus tem um reservatório a nossa disposição. Ele tem um banquete. Quando Jesus morreu o véu do templo se rasgou de cima a baixo. Por muito tempo eu não entendi o valor do véu rasgar, mas o rasgar do véu é Deus nos dando tudo que Davi mais ansiava: Permanecer na presença de Deus todos os dias.

“Uma coisa pedi ao Senhor, é o que procuro: que eu possa viver na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a bondade do Senhor e buscar sua orientação no seu templo” (Salmos 27:4)

Davi tinha fome e sede da presença de Deus. No salmo 63 quando estava no deserto de Judá, ele começa falando sobre como seu ser anela a presença de Deus, que Ele tem fome e sede de Deus. Ele chega a dizer que o Amor Leal do Senhor é melhor do que a própria vida! Que homem apaixonado. Ele continua no salmo 63 dizendo que a alma dele se satisfaz em Deus como em um rico banquete.

O que nós perdemos no caminho? O véu se rasgou, mas mesmo assim ainda existem pessoas que insistem em ficar fora do templo. Para realizar o anseio de Davi, para criar conosco uma aliança baseada nesse amor sólido e real, Deus nos transformou no lugar onde Ele é adorado. Nós nos tornamos templo para nunca mais ter que sair da presença Dele, Ele resolveu nosso problema: nos fez sua casa. O criador desceu ao nível da sua criação porque queria se assentar a mesa e jantar com a gente, Ele queria intimidade, relacionamento.

Existe um relacionamento baseado em: Deus tem em si, todo banquete e uma fonte inesgotável que satisfaz nosso Espírito e nós temos fome e sede. O problema é quando queremos saciar a nossa fome e sede com alimentos que nós podemos “comprar”, quando nos alimentamos do que é falso e passageiro. Como podemos ter a água que mata nossa sede para sempre a disposição e não mergulharmos nisso? O véu rasgou! É mais do que estar consciente da presença, mas é se satisfazer na presença de Deus. O pecado só ganha espaço quando não estamos satisfeitos em Deus.

Qual valor você tem dado a Deus? Qual valor você tem dado aos seus momentos com Ele? Não reduza a grandiosidade e a profundidade de Deus a um mordomo que faz as suas vontades. Nos satisfazer em Deus é que mantém a nossa saúde espiritual e emocional. Desde que o homem pecou o equilíbrio se foi. Mas o véu que se rasgou nos deu acesso ao anelo do nosso ser, a tudo que nós precisamos para viver. Deus é bom, Ele é fiel, Ele é um Pai que quer se relacionar com Seus filhos. A consciência da presença muda a forma como vivemos, nos dá sentido de eternidade, e nos satisfazer na presença nos faz ser sempre um celeiro cheio, pronto para transbordar no mundo uma plenitude que só encontramos no lugar secreto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NewsLetter

Cadastre-se em nossa lista para receber atualizações de nosso portal. 

Destaques da semana​

Estude no Maior Centro de Treinamento Bíblico do Mundo!