Desperte a misericórdia

Postado em
0

por Humberto Albuquerque

Se decidirmos viver para Jesus, não poderemos mais viver para nós mesmos. Assim, a sua maneira de julgar as pessoas começa a mudar. Quando desenvolvemos o entendimento de eternidade, passamos a ter uma sensibilidade aguçada e não usaremos regras humanas ao olhamos para outras pessoas.

“Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim” (João 6.57).

O mundo nos ensina a viver fundamentados nos nossos sentimentos, mas Jesus elevou o nosso padrão. A nossa esperança não se limita a esta vida, e, sim, à eternidade. Devemos estar mais sensíveis em como julgamos as pessoas. A sabedoria do Senhor só é liberada para nós quando começamos a julgar as pessoas com a regras espirituais.

Nós estamos debaixo de uma palavra profética de alcançar as nações. Mas, como estamos olhando as vidas das pessoas? Como podemos proporcionar vida eterna em Jesus para elas? 

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (1Coríntios 2.14).

É maravilhoso levar pão e comida para essas pessoas, mas temos que levar poder e cura  também. Que lentes levam você ao evangelismo? Existem lentes de caridade, lentes proféticas e direcionamentos do Espírito.

Ore para que sua igreja possa plantar igrejas em outros lugares. É muito mais do que comida e roupa, é uma questão de vida ou morte — é sobre a eternidade. Lembre de pessoas que “tem tudo na vida”, e queira salvá-las também. Há algo girando profeticamente através de uma palavra do apóstolo Bud: “O Verbo da Vida vai para as nações”.

Desperte a misericórdia. A ninguém mais podemos julgar através das regras humanas.

Há pessoas precisando dessa Palavra, mas, às vezes, somos cautelosos. Pessoas com tantas riquezas materiais, mas com fome e sede da Palavra de Deus. Devemos ver as pessoas do mundo como “pré-crentes”.

Vamos alcançar reis naturais na terra, independentemente da classe. Iremos ser movidos pelo Espírito, fazendo mais do que um ato de caridade, mas levando Jesus para as pessoas que precisam conhecer o poder da eternidade em suas vidas. 

 

Trechos da mensagem de 24 de março de 2022, na Reunião de Pastores e Diretorias.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA